Lorenzoni diz que PF vai investigar deputado por fala sobre vacina

O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência afirmou nesta quarta-feira (23) que, por determinação do presidente Jair Bolsonaro, o governo vai mandar a Polícia Federal (PF) investigar declarações do deputado federal Luís Miranda (DEM-DF) sobre supostas irregularidades na contratação de 20 milhões de doses da vacina Covaxin, produzida pela farmacêutica indiana Bharat Biotech

audio/mpeg 23-06-21 - CERIMONIA ESCLARECIMENTOS SOBRE NEGOCIAÇÕES VACINAS.mp3 — 37806 KB

Duração: 35m45s




Transcrição

Em coletiva de imprensa nesta quarta-feira, o ministro Onyx Lorenzoni estava acompanhado de Élcio Franco, ex-secretário-executivo do Ministério da Saúde durante a gestão de Eduardo Pazuello, e que acompanhou as negociações na época. Ele reforçou o argumento de que nenhum recurso público foi gasto na operação e que o contrato do governo federal com a produtora da Covaxin tinha uma cláusula que só previa o pagamento quando a vacina tivesse aprovação da Anvisa.