Ministro de Minas e Energia participa da cerimônia de anúncio da revitalização do sistema de Corrente Contínua de Alta Tensão de Furnas

O ministro Bento Albuquerque anunciou, na solenidade, o Plano Decenal de Expansão de Energia 2030.

audio/mpeg 25-02-21 - MINISTRO DE MINAS E ENERGIA ITAIPU FURNAS.mp3 — 10927 KB

Duração: 10m42s




Transcrição

Depois de 36 anos, o sistema de Corrente Contínua de Alta Tensão de Furnas, que transmite ao mercado brasileiro a energia produzida pela usina hidrelétrica de Itaipu, especialmente para a região Sudeste, será revitalizado. 

 

O anúncio oficial foi feito pelo presidente Jair Bolsonaro, nesta quinta-feira (25),  numa cerimônia na subestação de Furnas, em Foz do Iguaçu (PR), com a presença do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

  

O investimento é de cerca de R$ 1 bilhão. O aporte será feito pela margem brasileira da usina ao longo dos próximos cinco anos. 

 

A modernização contempla a substituição completa dos principais componentes nas subestações de Foz do Iguaçu e Ibiúna, em São Paulo .

 

A revitalização é considerada estratégica para o Brasil e o Paraguai, tanto pela garantia de acesso ao mercado brasileiro como pela segurança energética.

 

O Paraguai tem direito a 50% da produção de Itaipu, mas com 15% já supre cerca de 90% de seu consumo de energia. 

 

O excedente de produção não utilizado pelo país vizinho é comprado pelo Brasil. A energia total de Itaipu abastece em torno de 14% de toda a demanda brasileira.