Presidente Jair Bolsonaro visita o Ceará para iniciar retomada de obras paralisadas no estado

Íntegra do discurso do presidente da República em Tianguá (CE), na cerimônia de assinatura de três ordens de serviço para concluir obras rodoviárias.

audio/mpeg 26-02-21 PRESIDENTE JAIR BOLSONARO RETOMADA DE OBRAS CEARÁ.mp3 — 6490 KB

Duração: 6m51s




Transcrição

O Governo Federal decidiu retomar obras inacabadas. O presidente Jair Bolsonaro, ao lado do ministro Tarcísio Gomes de Freitas e do diretor-geral do DNIT, general Santos Filho, assinou, nesta sexta-feira (26), três ordens de serviço para concluir obras rodoviárias no Ceará que estavam paralisadas.

Interrompida desde 2011, a Travessia Urbana do município de Tianguá, localizada na BR-222/CE, é uma delas. Também serão autorizados o início das obras dos novos traçados da rodovia (variantes), na cidade de Umirim e no distrito de Frios, que estão paradas desde 2016, além da conclusão do viaduto que dá acesso à Horizonte, na BR-116/CE, interrompida em 2018.

Para o ministro, a autorização para o reinício das obras demonstra a preocupação do governo em não deixar nada paralisado e tratar a infraestrutura como questão de Estado. “Antes de abrir uma frente nova, precisamos concluir o que está inacabado. Obra parada não gera nenhum valor para a sociedade. Vamos zerar esse passivo de empreendimentos no estado e dar uma resposta firme à sociedade”, avaliou Freitas.

TRAVESSIA URBANA DE TIANGUÁ – com a assinatura da ordem de serviço, a retomada da obra contemplará a execução dos serviços remanescentes de adequação de capacidade e eliminação de pontos críticos, englobando a duplicação da BR-222/CE na região, do segmento compreendido entre o km 309,25 e o km 315,8, em um total de 6,52 quilômetros de extensão.

Os investimentos para concluir a travessia serão de R$ 66.123.320,74, que vão garantir maior segurança viária aos usuários, assim como impulsionar a capacidade de tráfego na BR-222/CE, importante rota para o transporte de cargas.

BR-222/CE (variantes) – será retomada a execução das obras de novo traçado em trecho compreendido entre o km 64,3 e o km 122,8, englobando a implantação das variantes de Umirim e Frios. O objetivo é redirecionar o tráfego de passagem no local, que atualmente conflita com o conglomerado urbano na região, além de eliminar trechos sinuosos, com curvas bastante acentuadas. O empreendimento, que estava parado há 5 anos, receberá investimentos de R$ 16,7 milhões para a garantia de maior trafegabilidade e segurança na ligação Fortaleza-Sobral. O contrato tem prazo de 210 dias a partir da assinatura.

BR-116/CE – orçada em R$ 5,2 milhões, a retomada do viaduto que dá acesso ao município de Horizonte, eliminará os pontos críticos na região metropolitana de Fortaleza, permitindo o acesso à cidade e o retorno da rodovia federal. A via será utilizada somente pelos veículos provenientes da BR-116/CE, ao norte, que se destinam à área urbana do município e pelos veículos que saem de Horizonte e passam pela BR-116/CE, com destino ao sul. Desse modo, com o viaduto que será finalizado depois de 3 anos paralisado, a cidade e os motoristas ganharão mais segurança e melhores condições de trafegabilidade.

VISITA TÉCNICA – A duplicação em pavimento de concreto do trecho da BR-222/CE, que liga o município de Caucaia ao Porto de Pecém, também fará parte da visita técnica da comitiva presidencial. Tendo como meta a execução de duplicação, restauração com melhoramentos e Obras de Arte Especiais (OAE) em 24 quilômetros da rodovia, do km 11 ao km 35, a obra é muito aguardada pelos cearenses e, principalmente, pelos caminhoneiros, pois vai melhorar a conexão entre os Portos do Mucuripe e do Pecém, reduzindo acidentes e o tempo de viagem, além de eliminar pontos críticos e elevar o nível de segurança operacional e de desempenho da via.

O escoamento de cargas também será facilitado, impulsionando o desenvolvimento industrial do estado. Com investimento total de R$ 182,3 milhões, a obra contará com a implantação de novas pontes, substituição de pontes existentes, viaduto sobre a linha férrea e passarelas de pedestres, garantindo maior conforto e segurança aos usuários.