10/08 - Pesquisadores da UnB desenvolvem equipamento que acelera cicatrização

Pé diabético é uma das complicações que podem ocorrer quando a diabetes está descontrolada. Com a pele mais frágil, podem surgir feridas nos membros inferiores difíceis de curar. Para acelerar essa cicatrização, um grupo de pesquisadores da Universidade de Brasília desenvolveu um equipamento que usa luz de led e látex. A coordenadora do estudo, Suélia Rodrigues Fleury Rosa, conta como ele pode auxiliar nesse processo. O projeto foi batizado com o nome Rapha, que significa curar em hebraico. Os primeiros testes clínicos aconteceram em 2013. Na última etapa, mais de cem pacientes foram tratados com a nova tecnologia. De acordo com a pesquisadora, o equipamento teve respostas muito positivas.

audio/mpeg 10-08-20 - BEATRIZ EVARISTO - C&T - PROJETO RAPHA.mp3 — 2922 KB

Duração: 3m06s