16/03 - Federal de Uberlândia pesquisa novo teste para o coronavírus

Um novo teste a partir da saliva está em fase de desenvolvimento por cientistas da Universidade Federal de Uberlândia, em Minas Gerais. A princípio, o estudo analisou os impactos do novo coronavírus na odontologia

audio/mpeg 16-03-20 - EMBARGO C&T BEATRIZ EVARISTO - TESTE CORONAVIRUS RA.mp3 — 2913 KB

Duração: 2m36s




Transcrição

Enquanto o novo coronavírus se espalha pelo mundo, pesquisadores brasileiros trabalham em busca de um diagnóstico mais rápido e mais simples.

 

A transmissão do vírus SARS-Cov-2 acontece, principalmente, pelo contato com secreções contaminadas.

 

Um  novo teste a partir da saliva está em fase de desenvolvimento por cientistas da Universidade Federal de Uberlândia, em Minas Gerais. A princípio, o estudo analisou os impactos do novo coronavírus na odontologia, como explica o coordenador do grupo de pesquisa, Robinson Sabino-Silva.

 

Os pesquisadores da universidade mineira já possuem um protocolo de diagnóstico salivar para doenças como diabetes, câncer de mama, doença renal crônica e zika vírus e esperam, em breve, aplicar aos pacientes com suspeita de coronavírus, como conta o pesquisador Robinson Sabino-Silva.

 

Ainda de acordo com o pesquisador, o método de coleta para testar o novo coronavírus pode trazer mais segurança para os profissionais de saúde.

 

Os testes ainda dependem de amostras de saliva das pessoas que foram diagnosticadas com a Covid-19. Os pesquisadores aguardam trâmites internos para que isso possa ser feito o quanto antes.

 

A pesquisadora Ana Carolina Gomes Jardim, do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade Federal de Uberlândia, e o pesquisador Walter Siqueira, da Universidade de Saskatchewan, do Canadá, também trabalham no novo método.