19/10 - Pesquisadores da USP desenvolvem máscara antiviral

Entre os cuidados para prevenir o contágio da Covid-19, está o uso de máscaras. Dependendo do material, devem ser trocadas a cada duas horas. Mas uma nova tecnologia desenvolvida pela Universidade de São Paulo, em parceria com empresas privadas, pode permitir o uso prolongado desse equipamento de proteção individual. O professor Koiti Araki, do Laboratório de Química Supramolecular e Nanotecnologia do Instituto de Química, explica como a máscara de três camadas pode manter o vírus inativo por 12 horas. Os testes foram realizados no Laboratório de Virologia Clínica e Molecular do Instituto de Ciências Biomédicas. Os resultados mostraram 99,9% de eficácia contra o novo coronavírus. Além da longa duração, o pesquisador destaca outras vantagens da máscara antiviral.

audio/mpeg 19-10-20 - BEATRIZ EVARISTO - C&T - MÁSCARA LONGA DURAÇÃO.mp3 — 2026 KB

Duração: 2m09s