Focos de incêndio em lugares remotos poderão ser descobertos a partir de nova tecnologia de comunicação em tempo real

O dispositivo chamado JunoRadio pode transmitir informações enviadas por satélite a locais sem acesso à internet.

audio/mpeg 27-01-20 - BEATRIZ EVARISTO - CIT JUNO RADIO - CTL - 2m37s.mp3 — 2594 KB

Duração: 2m37s




Transcrição

Focos de incêndio em lugares remotos são mais difíceis de ser identificados. Mas isso pode mudar.

 

Três estudantes do Colégio Estadual Arlindo Carvalho de Amorim, de Curitiba, no Paraná, desenvolveram uma nova tecnologia de comunicação em tempo real, a partir de dados recebidos gratuitamente por e-mail da agência espacial americana, NASA.  

 

O estudante Raul Carlesse, que participou da pesquisa, explica como funciona o dispositivo que pode transmitir essas informações enviadas por satélite a locais sem acesso à internet.

 

A invenção ganhou o nome de JunoRadio. O primeiro modelo foi desenvolvido em 38 horas, durante um evento promovido pela NASA, em 2017. Os alunos frequentavam o Instituto WASS, que oferece ensino tecnológico no contra-turno das aulas regulares.

 

Para o desenvolvimento do protótipo funcional, os estudantes contaram com a orientação de profissionais que são voluntários como conta a diretora do instituto, Arlete Scheleider.

 

É possível construir um JunoRadio seguindo o passo-a-passo que os estudantes disponibilizaram na internet como explica Raul Carlesse.

 

Além de Raul, os estudantes Matheus Garrido e Jennifer Jetka fazem parte da equipe.

 

Reportagem: Beatriz Evaristo.