Confinamento durante a pandemia do coronavírus proporciona aumento da violência doméstica

Para falar sobre novas ferramentas para receber denúncias de violência, a jornalista Danielle Popov entrevistou a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves

audio/mpeg 03-04-2020 CONVERSA SÉRIA COMBATE À VIOLÊNCIA.mp3 — 9931 KB

Duração: 19m52s




Transcrição

Para combater a violência familiar e doméstica durante a pandemia do novo coronavírus , o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos está tomando uma série medidas emergenciais.

Entre elas, a que visa enfrentar um dos fenômenos observados em outros países que também passam por período de confinamento, com agressores e vítimas vivendo na mesma durante 24 horas. A busca por canais de denúncia via telefone tende a diminuir, uma vez que a pessoa agredida não consegue pedir ajuda reservadamente.
Por isso, para ampliar o alcance dos serviços do Disque 100 e do Ligue 180 para o meio digital o ministério lançou  um aplicativo Direitos Humanos Brasil e de portal exclusivo.
A jornalista Danielle Popov entrevistou a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos , Damares Alves sobre o assunto