Ministério da Saúde atende seis mil indígenas com atenção especial à infecção causada pelo coronavírus

Antes do decreto da Pandemia, pela Organização Mundial de Saúde - OMS, a Secretaria Especial de Saúde Indígena elaborou documentos para orientar povos indígenas, gestores e colaboradores; Ministério da Saúde traça perfil do brasileiro sobre doenças crônicas; Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe foi prorrogada até o dia 30 de junho.

audio/mpeg 01-06-20 - É NOTICIA EM DOIS MINUTOS - MANHÃ - 2M12S - ADALTO - FINALIZADO.mp3 — 3111 KB

Duração: 2:12s




Transcrição



Equipes do Ministério da Saúde estão atendendo, atualmente, 6 mil indígenas, em especial atenção à infecção causada pelo novo coronavírus.

Antes do decreto de Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional, ou seja, pandemia, pela OMS, a Organização Mundial da Saúde, a Secretaria Especial de Saúde Indígena elaborou documentos para orientar povos indígenas, gestores e colaboradores sobre medidas de prevenção e de primeiros atendimentos relacionados à Covid-19.

Foi elaborado o Plano de Contingência Nacional para Infecção Humana pelo novo Coronavírus em Povos Indígenas e, nos Distritos Sanitários Especiais Indígenas, também foram feitos os Planos de Contingência Distritais.


Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Foi prorrogada até o dia 30 de junho a Campanha de Vacinação contra a Gripe .

Das mais de 77 milhões de pessoas que fazem parte dos públicos prioritários, apenas 63,53% receberam a vacina.

O Ministério da Saúde espera, com a prorrogação, alcançar mais de 28 milhões de pessoas.

A meta é vacinar 90% dos grupos prioritários, porém, até o momento, foram vacinadas apenas 25,7% .

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

O Ministério da Saúde traçou o perfil do brasileiro em relação as doenças crônicas mais incidentes no país: 7,4% têm diabetes, 24,5% têm hipertensão e 20,3% estão obesos.

O maior aumento identificado é em relação à incidência da obesidade, que teve uma alta de 72% no período de 13 anos.

É o que aponta a pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico, a Vigitel 2019.

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Adalto Gouveia