Novo site oferece vagas para profissionais de saúde durante pandemia

A iniciativa tem o nome de Portal Sine Saúde e vai facilitar o contato entre hospitais, clínicas, laboratórios e Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde; Governo libera através do Ministério da Saúde mais de R$ 1,6 bilhão para auxílio das santas casas e hospitais filantrópicos; Forças Armadas atuam em locais distantes para levar ajuda aos povos indígenas

audio/mpeg 03-06-20 - É NOTICIA EM DOIS MINUTOS - MANHÃ - 2M05S - ADALTO - FINALIZADO.mp3 — 2942 KB

Duração: 2m05s




Transcrição

 

Um novo site procura vagas para profissionais de saúde durante a pandemia do novo coronavírus.

 

A nova plataforma foi criada pelos ministérios da Economia e da Saúde, em parceria com empresas de tecnologia.

 

A iniciativa tem o nome de Portal Sine Saúde e vai facilitar o contato entre hospitais, clínicas, laboratórios e Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde.

 

O cadastro está aberto a médicos e outros profissionais da saúde, como técnicos, enfermeiros, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, além de profissionais para trabalhar na construção de hospitais de campanha.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

O governo liberou, através do Ministério da Saúde, mais de 1 bilhão e 600 milhões de reais referentes à segunda parcela do auxílio financeiro emergencial de 2 bilhões e 200 milhões de reais às santas casas e aos hospitais filantrópicos, com a finalidade de atuar no controle do avanço da pandemia da COVID-19.

 

O dinheiro é destinado à compra de medicamentos, suprimentos, insumos e produtos hospitalares para o atendimento aos pacientes.

 

O auxílio financeiro vai beneficiar MIL 651 entidades filantrópicas que estejam prestando serviços à população por meio do SUS, o Sistema Único de Saúde.

 

Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx


As Forças Armadas estão atuando em vários locais distantes dos centros urbanos, onde estão os povos indígenas, levando ajuda para que eles não precisem sair de suas aldeias e passar pelo risco de contrair o coronavírus.

 

Nessa terça-feira, dia 2, por exemplo, os militares levaram gêneros alimentícios às comunidades indígenas localizadas na Terra Yanomani.

 

As comunidades ficam próximas aos Pelotões Especiais de Fronteira Surucucu e Auaris, em Roraima.

 

Além disso, em Tabatinga, no Amazonas, militares da equipe de saúde promoveram ações, em aldeias da etnia Tikuna, do Alto Solimões, que incluíram a distribuição de kits de higiene oral, com escova, pasta de dente e fio dental.

 

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Dilson Santa Fé