Agência Nacional de Águas lança cinco novos cursos abertos à população no mês do Dia Mundial da Água

Os cursos gratuitos e a distância abordam temas, como: água e gênero, segurança de barragens e Ciência Política aplicada à gestão de recursos hídricos; Ministério da Saúde atualiza situação nacional sobre o coronavírus logo mais às cinco da tarde, em Brasília; Modelo inédito de concessão de bolsas de mestrado e doutorado de 350 instituições de ensino superior públicas e privadas começa no próximo dia 6.

audio/mpeg 04-03-20 - E NOTICIA EM 2 MINUTOS - MARIA VILHENA - 1m53s.mp3 — 1961 KB

Duração: 1m53s




Transcrição

A Agência Nacional de Águas lançou cinco novos cursos abertos à população neste mês de março, quando é celebrado o Dia Mundial da Água.

 

Os cursos gratuitos e a distância abordam temas, como: água e gênero, segurança de barragens e ciência política aplicada à gestão de recursos hídricos.

 

O objetivo da capacitação é auxiliar na elaboração de Planos de Ação de Emergência, conforme definido na Política Nacional de Segurança de Barragens.

 

Os interessados podem se inscrever por meio do Portal de Capacitação para a Gestão das Águas: www.ana.gov.br

--------------------------------------------------- 

O Ministério da Saúde atualiza situação nacional sobre o coronavírus logo mais às cinco da tarde, em Brasília.

 

O evento será transmitido, ao vivo, pelas redes sociais do Ministério da Saúde: Facebook, Twitter, Instagram, YouTube, Portal e Web Rádio Saúde.

 

Mais informações, acesse: articulacao.secom@presidencia.gov.br

---------------------------------------------------

Modelo inédito de concessão de bolsas de mestrado e doutorado de 350 instituições de ensino superior públicas e privadas começa no próximo dia 6.

 

Os critérios, como desempenho acadêmico e desenvolvimento regional, serão pré-requisitos para oferta de 84 mil bolsas.

 

Os estudantes que já receberam o benefício não entram na nova regra. A oferta das bolsas leva em consideração os cinco mil e 700 cursos que possuem notas de 3 a 7.

 

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Maria Vilhena.