MEC lança relatório de ações contra Covid-19

E mais: Beneficiários inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal nascidos em março podem sacar, a partir desta terça-feira (4), a primeira parcela do auxílio emergencial 2021; Ministério de Minas e Energia abriu ao público nessa segunda-feira, dia 3, consulta de pesquisa sobre a Inserção de Biocombustíveis no Ciclo Diesel.

audio/mpeg 04-05-20 - É NOTICIA EM 2 MIM DILSON SANTA FÉ.mp3 — 2467 KB

Duração: 2:28s




Transcrição

O Ministério da Educação lança, nesta quarta-feira (5), o Relatório de Atividades: Ações do MEC em Resposta à Pandemia de Covid-19 e o Novo Painel de Monitoramento do Coronavírus.

 

Desenvolvido pelo MEC em parceria com a Rede Data Science BR e coordenada pela Universidade Federal do Oeste da Bahia, o painel fornece dados em forma de mapas e diagramas interativos, com o objetivo de informar à sociedade sobre o cenário da pandemia no país, bem como auxiliar os gestores na tomada de decisão.

 

O Novo Painel Coronavírus é uma plataforma de gerenciamento que fornece informações em tempo real sobre as ações e o funcionamento das Instituições Federais de Ensino durante a situação de emergência em saúde de Covid-19.


----------------------------------

Beneficiários inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal nascidos em março podem sacar, a partir desta terça-feira (4), a primeira parcela do auxílio emergencial 2021.

 

O dinheiro já havia sido depositado nas contas poupança digitais da Caixa Econômica Federal em 11 de abril e podia ser usado por meio do aplicativo Caixa Tem.

 

Agora, os recursos poderão ser transferidos para uma conta-corrente, sem custos para o usuário.

 

Em caso de dúvidas, a central telefônica 111 da Caixa funciona de segunda a domingo, das 7 horas da manhã às 10 horas da noite. Além disso, o beneficiário pode consultar o site auxilio.caixa.gov.br.


--------------------------------------------

O Ministério de Minas e Energia abriu ao público nessa segunda-feira, dia 3, a consulta sobre a pesquisa sobre a Inserção de Biocombustíveis no Ciclo Diesel.

 

Disponível em formato eletrônico, a pesquisa visa colher percepções dos agentes que atuam no setor de combustíveis e da sociedade em geral para desenvolvimento da estratégia de inserção dos biocombustíveis no ciclo diesel.

 

Dentre os combustíveis avaliados, destacam-se o biodiesel, o diesel verde e o diesel oriundo de coprocessamento.

 

Serão abordadas questões relacionadas às vantagens e desvantagens dos usos, fatores relacionados à produção desses produtos no Brasil e alternativas para inserções no ciclo diesel. A consulta vai até o dia 21 de maio.

 

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Dilson Santa Fé