Programa Criança Feliz beneficia quase três mil municípios brasileiros

É o maior programa de visitação domiciliar do mundo e o número representa 70,6% das cidades elegíveis para o Criança Feliz; Regras de pagamento e a liberação do Auxílio Emergencial até o final do ano foram definidas pelo Governo Federal; O Governo Federal anunciou o Plano Nacional de Retomada do Turismo, construído em parceria com representantes do setor.

audio/mpeg 04-09-20 - É NOTÍCIA 2 MINUTOS - MANHA - 2m12s - ADALTO - FINALIZADO.mp3 — 1599 KB

Duração: 2:12s




Transcrição

O programa Criança Feliz Chegou a 2 mil 934 municípios de todas as regiões do Brasil.

É o maior programa de visitação domiciliar do mundo e o número representa 70,6% das cidades elegíveis para o Criança Feliz.

 

Para aderir à iniciativa, a cidade deve contar com pelo menos um Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e ter, no mínimo, 140 pessoas que atendam aos critérios de participação do programa.
A região com o maior número de adesões é o Nordeste, com 1 mil 629 municípios.


As outras regiões com mais municípios no Criança Feliz são o Sudeste, Norte, Centro-Oeste e Sul.
Ao todo, já foram visitados mais de um milhão de indivíduos, sendo 862 mil e 600 crianças e acima de 190 mil gestantes.


Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
As regras de pagamento e a liberação do Auxílio Emergencial até o final do ano foram definidas pelo Governo Federal. A Medida Provisória foi publicada nessa quinta-feira, dia 03, no Diário Oficial da União.


Serão mais quatro parcelas de 300 reais, ou seja, até dezembro deste ano e conforme prevê a MP, é um chamado Auxílio Emergencial Residual. O governo estima um gasto de quase 68 bilhões de reais com os novos pagamentos.

 

Com a concessão de novas parcelas do benefício, o Governo Federal quer atender a população mais vulnerável que enfrenta dificuldades econômicas em razão dos efeitos causados pelo distanciamento social.


Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
O Governo Federal anunciou o Plano Nacional de Retomada do Turismo, construído em parceria com representantes do setor.

 

O Plano organiza ações e foca em dois eixos: segurança para o Brasil retomar o turismo; e empregos para retomar a economia.


Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Adalto Gouveia