Campanha Nacional de Vacinação: Apenas 36% do público prioritário foi vacinado

Na segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação falta ainda vacinar 10 milhões de pessoas; Governo Federal apoia empresas de saneamento com suspensão de parcelas e financiamentos; Portaria publicada no Diário Oficial da União torna sem efeito nomeação do maestro Mantovani para a Funarte.

audio/mpeg 06-05-20 - É NOTÍCIA - EM 2 MINUTOS - MANHA - ADALTO - 2M011S - FINALIZADO.mp3 — 2050 KB

Duração: 2:11s




Transcrição

 

Encerra na próxima sexta-feira, dia 8 de maio em todo o país, a segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, e apenas 36% do público prioritário foi vacinado nesta etapa, faltando ainda cerca de 10 milhões de pessoas.

 

O Ministério da Saúde alerta para que a população vá a um posto de saúde para receber a vacina contra a gripe, independente da pandemia da COVID-19.

 

Os estados e municípios estão preparados para oferecer a vacina de forma segura aos grupos prioritários.

 

A meta é vacinar 90% de todos os públicos previstos para as três fases da campanha.

 

A terceira fase da campanha terá início no dia 11 de maio e será dividida em duas etapas. Entre os públicos prioritários estão crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes e mães no pós-parto (até 45 dias).

 

…...................................................

 

O Governo Federal decidiu suspender, por até seis meses, o pagamento dos financiamentos contratados junto ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

 

O objetivo é apoiar as empresas e concessionárias de saneamento do País na prestação do serviço – essencial à população – e na manutenção dos empregos no setor.

 

A ação integra o conjunto de medidas de apoio da União aos setores produtivos afetados pela pandemia da Covid-19.

 

A expectativa é gerar um alívio mensal no caixa de R$ 58 milhões para as empresas estatais e de R$ 57 milhões para as privadas.

 

…...................................................................

 

Foi publicado pelo governo federal na noite dessa terça-feira (5), em edição extra do Diário Oficial da União , portaria que torna sem efeito a nomeação do maestro Dante Mantovani como presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte).

 

 

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Adalto Gouveia