Caixa lança aplicativo para cadastramento de renda básica emergencial

O aplicativo vai avaliar se o trabalhador cumpre os cerca de dez requisitos exigidos pela lei para o recebimento da renda básica; Ministério da Infraestrutura vai ouvir caminhpneiros através de canal de ouvidoria e aplicativo; Municípios brasileiros com mais de 15 mil habitantes terão de usar a partir desta segunda-feira dia 6, o pregão eletrônico para comprar bens e serviços.

audio/mpeg 07-04--20 - PREVISÃO DO TEMPO - TERÇA - 2M45S - FINALIZADO.mp3 — 2590 KB

Duração: 2:17s




Transcrição

 

Dezenas de milhões de brasileiros poderão baixar, a partir desta terça-feira (7), um aplicativo lançado pela Caixa Econômica Federal que permitirá o cadastramento para receberem a renda básica emergencial, de R$ 600 ou de R$ 1,2 mil, no caso de mães solteiras.

 

A Caixa também vai lançar uma página na internet e uma central de atendimento telefônico para quem tiver dúvidas e a realização do cadastro.

 

O aplicativo vai avaliar se o trabalhador cumpre os cerca de dez requisitos exigidos pela lei para o recebimento da renda básica.

 

 

Depois que a Caixa Econômica receber os dados dos beneficiários, o pagamento poderá ser feito em até 48 horas mas o presidente do banco não se comprometeu em apresentar uma data específica.

 

Quem não tem conta em bancos poderá retirar o benefício em casas lotéricas.

…...........................

 

Com o objetivo de receber denúncias de más condições em terminais de carga do transporte rodoviário o Ministério da Infraestrutura vai se utilizar de um canal de ouvidoria e aplicativo InfraBR.

 

A providência a ser tomada, faz parte de uma série de ações criadas junto a entidades que representam grandes embarcadoras garantindo assim proteção aos profissionais de

transportes.

 

A ministra Tereza Cristina, da Agricultura, através de videoconferência, nessa sexta-feira, dia 03, debateu o assunto. Também ganhou avanço na redação, um protocolo de intenções que busca padronizar ações voltadas à proteção e ao apoio aos caminhoneiros.

 

De acordo com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas,” o setor produtivo sabe da importância de garantias e as condições para que os profissionais de transportes continuem trabalhando e abastecendo o nosso país”.

…...................................................

Os municípios brasileiros com mais de 15 mil habitantes terão de usar a partir desta segunda-feira dia 6, o pregão eletrônico para comprar bens e serviços com recursos de convênios com a União e outras transferências voluntárias.

 

Este novo regulamento vai servir para que as mercadorias sejam adquiridas e também os serviços usados no dia a dia.

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Dilson Santa Fé