Beneficiários do novo auxílio emergencial têm que dar preferência aos canais digitais

E mais: Boletim Extraordinário do Observatório Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz, alerta que pandemia do novo coronavírus pode permanecer em níveis críticos durante o mês de abril; Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI), está com vagas abertas para contratação de profissionais de saúde e técnicos de saneamento e edificações.

audio/mpeg 07-04-21 - E NOTICIA EM 2 MINUTOS - 2m12s - AMERICA MELO - FINALIZADO.mp3 — 3104 KB

Duração: 2:12s




Transcrição


Os beneficiários que vão receber a nova rodada do auxílio emergencial precisam dar prioridade aos canais digitais. O pedido foi feito pelo presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, nessa terça-feira, dia 6.

 

Segundo ele, o uso do aplicativo Caixa Tem, para movimentar o benefício, é essencial para reduzir as filas nas agências em um momento de agravamento da pandemia de Covid-19.

 

De acordo com Guimarães, o Caixa Tem, único meio atual para receber e fazer pagamentos com o auxílio emergencial, teve 2 milhões de downloads até o último dia 2.

 

O presidente da Caixa afirmou que o objetivo é fazer o aplicativo funcionar como um banco digital, voltado para a população carente que não tinha conta em banco antes do auxílio.


---------------

O Boletim Extraordinário do Observatório Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz, divulgado nessa terça-feira, dia 6, no Rio de Janeiro, alertou que a pandemia do novo coronavírus pode permanecer em níveis críticos durante o mês de abril.

 

O boletim confirma que o vírus Sars-CoV-2 e suas variantes permanecem em circulação intensa em todo o país, o que pode estender a crise sanitária e dos sistemas e serviços de saúde nos estados brasileiros e suas capitais.

 

Os pesquisadores advertem que a expansão da letalidade pode ser consequência da falta de capacidade de se diagnosticar correta e oportunamente os casos graves, somada à sobrecarga dos hospitais.


---------------

Com objetivo de prestar serviços de saúde básica nos Distritos Sanitários Especiais Indígenas de Manaus, Minas Gerais e Espírito Santo, Cuiabá e Xingu, o Ministério da Saúde, por meio da Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI), está com vagas abertas para contratação de profissionais de saúde e técnicos de saneamento e edificações.

 

Os editais estão disponíveis no site saudeindigena.saude.gov.br.

 

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, América Melo