Abate de bovinos no país caiu 10,9% de janeiro a março

E mais: Vendas no comércio varejista registram alta de 1,8% em abril; Operação investiga crimes cometidos por conselheiros do Tribunal de Contas do Mato Grosso do Sul

audio/mpeg 08-06-21 É NOTÍCIA EM 2 MINUTOS TARDE.mp3 — 2055 KB

Duração: 2m07




Transcrição

O abate de bovinos no Brasil teve queda de 10,9% no primeiro trimestre deste ano, em comparação com o período anterior.

Foram abatidas mais de 6,5 milhões de cabeças de gado.

O volume é o menor desde 2009.

Os dados foram divulgados pelos Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A queda no abate de bovinos ocorreu em 23 das 27 unidades da federação.

Por outro lado, o abate de frangos bateu recorde de janeiro a março.

1,5 bilhão de aves foram abatidas.

O resultado é 3,3% superior ao mesmo período de 2020 e 0,7% maior na comparação com o quarto trimestre de 2020.

O Paraná lidera a produção de frangos no país, seguido pelo Rio Grande Sul e Santa Catarina.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> 

As vendas no comércio varejista do país tiveram alta de 1,8% em abril.

É a maior alta para o mês desde 2000.

Segundo o IBGE, sete das oito atividades pesquisadas tiveram alta nas vendas. Destaque para os setores de eletrodomésticos, tecidos, vestuário e calçados; e equipamentos e material para escritório e informática.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> 

A Controladoria-Geral da União (CGU) participa nesta terça-feira (8) da Operação Mineração de Ouro, em Mato Grosso do Sul. A Polícia Federal e a Receita Federal do Brasil atuam em parceria com a CGU para investigar a participação de conselheiros do Tribunal de Contas do Estado em diversos crimes, incluindo venda de decisões, enriquecimento ilícito, lavagem de dinheiro e contratação de funcionários fantasmas.

Os policiais cumprem 20 mandados de busca e apreensão nas cidades de Campo Grande, Sidrolândia e Brasília.