Brasil participa da Operação Luz na Infância

E mais: Ministério do Turismo lança hoje Sistema de Avaliação de Impacto ao Patrimônio e o Guia Brasileiro de Sinalização Turística

audio/mpeg 10-06-2021_ É NOTÍCIA EM 2 MINUTOS DILSON MANHÃ.mp3 — 1977 KB

Duração: 1m55s




Transcrição

Para combater crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes praticados na internet foi deflagrada, nessa quarta-feira (9), pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, a Operação Luz na Infância 8. A ação ocorreu simultaneamente no Brasil, Argentina, Estados Unidos, Paraguai, Panamá e Equador.

Nos seis países foram cumpridos 176 mandados de busca e apreensão. No Brasil, a operação tem a participação da Polícia Civil de 18 estados.

A Operação Luz na Infância foi iniciada em 2017. Nas sete fases anteriores, foram cumpridos mais de 1.450 mandados de busca e apreensão e presos cerca de 700 suspeitos de praticarem crimes cibernéticos de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes no Brasil e nos países que participam da ação.


Xxxx

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações vai realizar um estudo técnico para medir o potencial eólico da costa brasileira entre os estados do Amapá e o Rio Grande do Norte.

O estudo vai comprovar a viabilidade da implantação de torres eólicas. A ideia é que o projeto forneça dados técnicos para que a iniciativa privada construa um parque eólico de geração de energia elétrica.

O investimento no estudo será de R$ 5 milhões de reais.

Xxxxxx

O Ministério do Turismo anuncia às cinco da tarde, no Palácio do Planalto, o Sistema de Avaliação de Impacto ao Patrimônio e o Guia Brasileiro de Sinalização Turística.

Também serão lançados o Portal de Investimentos e o Guia Brasileiro de Sinalização Turística. Participam da solenidade o presidente Jair Bolsonaro e os ministros do Turismo, Gilson Machado, e da Economia, Paulo Guedes, entre outras autoridades.