Emprestômetro registra marca de R$30 bilhões em crédito liberado para micro e pequenas empresas

Ferramenta contabiliza, em tempo real, 380 mil empréstimos realizados por meio de programas públicos de acesso ao crédito; Codevasf incentiva geração de emprego e renda na região Norte da Bahia; MDR autoriza R$22,6 milhões para modernização de corredor gastronômico em Campo Grande, por meio do Programa Pró-Cidades.

audio/mpeg 10-08-20 - É NOTÍCIA 2 MINUTOS - TARDE - 2m08s - LUCIANO.mp3 — 1906 KB

Duração: 2m08s




Transcrição

Emprestômetro registra mais de R$30 bilhões liberados para micro e pequenas empresas.

 

A ferramenta lançada há um mês contabiliza, em tempo real, 380 mil empréstimos realizados por meio de programas públicos de acesso ao crédito, como Pronampe e Fampe.

 

O maior volume de recursos liberados até o momento foi realizado pelo Pronampe, o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, com R$18,7 bilhões.

 

O Emprestômetro é operacionalizado pela Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, com apoio do Sebrae.

------------------------------------------------

Codevasf incentiva geração de emprego e renda na região Norte da Bahia. A Companhia de desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba está equipando diversas associações de produtores agrícolas com maquinário e outros equipamentos.

 

Em julho, a Codevasf investiu R$877 mil em recursos do Orçamento Geral da União. No município de Pé de Serra, a 220 km de Salvador, a Codevasf beneficiou a Associação dos Produtores Rurais de Santo Agostinho, com a implantação de uma cozinha comunitária, para melhorar a produção de produtos para a venda da merenda escolar.

 

A Companhia também beneficiou em julho comunidades rurais nos municípios de Mucugê, Curaçá e Sobradinho com a entrega de kits de maquinário e equipamentos agrícolas.

-----------------------------------------------

MDR autoriza R$22,6 milhões para modernização de corredor gastronômico em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, por meio do Programa Pró-Cidades. O espaço que fica na Avenida Bom Pastor reúne bares, restaurantes e lojas de convivência.

 

Os recursos são oriundos do FGTS. O Pró-Cidades foi lançado em 2019 com R$4 bilhões para financiar projetos de reabilitação de áreas urbanas e modernização de serviços públicos até 2022. Atualmente, 44 propostas estão em processo de análise.

 

Da Rede Nacional de Rádio em Brasília, Luciano Barroso.