Ministério da Saúde investe R$70 milhões para proteger indígenas da Covid-19

O governo do Brasil tem garantido assistência aos mais de 750 mil indígenas brasileiros aldeados durante a pandemia da Covid-19; quem tem entre 20 e 49 anos tem até o dia 31 de agosto para se vacinar na quarta etapa da Mobilização Nacional de Vacinação contra o Sarampo, do Ministério da Saúde; Trabalhadores nascidos em julho começam a receber nesta segunda-feira (10) o crédito do saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de até R$ 1.045 mil.

audio/mpeg 10-08-2020 - É NOTÍCIA 2 MINUTOS.mp3 — 2176 KB

Duração: 2:m19s




Transcrição


Cerca de 70 milhões de reais em ações específicas de proteção aos indígenas para enfrentamento da Covid-19 foram investidos pelo Ministério da Saúde. Também foram enviados 1 milhão de itens entre equipamentos e insumos aos 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas do país.

 

O governo do Brasil tem garantido assistência aos mais de 750 mil indígenas brasileiros aldeados durante a pandemia da Covid-19. O Ministério da Saúde, por meio da Secretaria Especial de Saúde Indígena , reforçou o atendimento desde o início do ano, antes mesmo do decreto de pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

 

Dessa forma, foram realizadas ações de informação, prevenção e combate ao coronavírus, orientando comunidades indígenas, gestores e colaboradores em todo o Brasil. São mais de 6 mil aldeias de 305 etnias espalhadas pelo país.
xxxxxxxxxxxxxxx

 

Quem tem entre 20 e 49 anos tem até o dia 31 de agosto para se vacinar na quarta etapa da Mobilização Nacional de Vacinação contra o Sarampo, do Ministério da Saúde.


A vacina está disponível em 43 mil postos de saúde de todo o País e é a principal medida de prevenção e controle contra a doença.


São mais de 90 milhões de pessoas nesta faixa etária. Até o dia 15 de julho, apenas 4,2% desse público-alvo havia sido vacinado.


Por isso, o ministério da Saúde alerta sobre os riscos da doença e a importância da imunização.
xxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Os trabalhadores nascidos em julho começam a receber nesta segunda-feira 10, o crédito do saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de até 1 mil e 45 reais. O pagamento será feito por meio da conta poupança digital da Caixa Econômica Federal.


Ao todo, o governo pretende injetar mais de 37 bilhões de reais na economia beneficiando cerca de 60 milhões de pessoas.

 

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Dilson Santa Fé