MDR autoriza início de obras de transporte de passageiros sobre trilhos em Natal

E ainda: O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) , faz um alerta a todos os gestores estaduais, distritais e municipais sobre o prazo final para prestação de contas dos recursos recebidos em 2020 do Pnae; Ministério da Saúde desenvolve ações direcionadas na assistência a recém-nascidos , às gestantes e mulheres que acabaram de dar à luz durante a pandemia do coronavírus.

audio/mpeg 11-02-20 - É NOTÍCIA EM 2 MINUTOS 2m10s - DILSON SANTA FÉ - FINALIZADO.mp3 — 3064 KB

Duração: 2:10s




Transcrição

Foi autorizada nessa quarta-feira, 10, o início das obras no sistema de transporte de passageiros sobre trilhos da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) em Natal (RN) , pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).

 

Também foram anunciados repasses para Recife (PE) e João Pessoa (PB). O investimento federal nas ações será de aproximadamente R$ 89,3 milhões.

 

O maior montante – R$ 58,3 milhões –será investido na implantação da Linha Branca, em Natal. O empreendimento, será composto por 24 quilômetros de via, com quatro estações.

 

A previsão é de que cerca de 6 milhões e 800 mil passageiros utilizem o serviço diariamente com o acesso à capital, além de apoiar o turismo na região.

Xxxxxxxxxxxxxxxx

 

Gestores estaduais, distritais e municipais estão sendo alertados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) , sobre o prazo final para a prestação de contas dos recursos recebidos em 2020 do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).

 

Os entes federativos têm até dia 19 de março para enviar as informações por meio do Sistema de Gestão de Prestação de Contas do FNDE no site: www. fnde.gov.br/sigpc/ login.Seam .

 

Quem não cumprir o prazo fica inadimplente com o Pnae e pode ficar sem receber os recursos do programa.

Mesmo que não receba os recursos federais, os gestores locais precisam garantir a alimentação escolar de seus alunos.

 

Xxxxxxxxxxxxx

 

O Ministério da Saúde está desenvolvendo ações no Amazonas focadas na assistência a recém-nascidos , às gestantes e mulheres que acabaram de dar à luz durante a pandemia do coronavírus.

 

 

A medida visa apoiar a saúde dessas mulheres e bebês e os momentos de parto e nascimento. As ações serão adotadas nas maternidades de Manaus e unidades do interior do estado e vão servir como diretriz para a atuação dos profissionais de saúde no atendimento a estes públicos.

 

 

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Dilson Santa Fé