Ministério da Saúde : Cerca de 83 milhões de equipamentos de proteção são distribuídos

Esta foi a oitava etapa de distribuição destes materiais pelo Ministério da Saúde; FNDE divulga normas para o Programa Nacional de Alimentação Escolar; Ministério da Saúde habilita mais 458 leitos de UTI para uso exclusivo dos casos graves ou gravíssimos da doença Covid-19.

audio/mpeg 13-05-20 - E NOTÍCIA EM 2 MINUTOS - MANHA - ADALTO - 2M10S.mp3 — 2035 KB

Duração: 2:10




Transcrição

 

O Ministério da Saúde distribuiu 83 milhões de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para todo o país com o objetivo de garantir a proteção de profissionais de saúde que atuam na linha de frente do enfrentamento à COVID-19.

 

 

Esta foi a oitava etapa de distribuição destes materiais pelo Ministério da Saúde e foi encerrada na última semana, quando foram entregues novos 4 milhões de itens, como máscaras, luvas e aventais.

 

 

Os materiais são distribuídos para as Secretarias Estaduais de Saúde, que definem quais são os serviços de saúde que vão recebê-los, a partir de um planejamento local.

 

 

…...........................................................

 

Foi divulgado nessa terça-feira, dia 12, pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) resolução que atualiza as normas para a execução do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

 

 

Para garantir um cardápio saudável aos alunos de todas as etapas da educação básica pública, o normativo aumentou a oferta de alimentos naturais e restringiu produtos processados.

 

Com a nova resolução, os alunos vão poder comer mais frutas e hortaliças e inclui a obrigatoriedade de alimentos fonte de ferro heme (carnes, vísceras, aves e peixes) no mínimo quatro vezes por semana.

….............................................



Foram habilitados nessa terça-feira (12), pelo Ministério da Saúde mais 458 leitos de UTI para uso exclusivo dos casos graves ou gravíssimos da doença Covid-19.

 

Desse total, 35 são leitos de UTI pediátrica. A população de 18 municípios do Paraná e de um município da Bahia e outro de Mato Grosso do Sul estão sendo contempladas.

 

O Governo brasileiro está investindo mais de 65 milhões de reais, para essas novas habilitações, pagos em parcela única aos estados e municípios contemplados.

 

 

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Adalto Gouveia