Setor de serviços cresce 0,3% de março para abril

Segundo IBGE, na passagem de março para abril, três das cinco atividades pesquisadas tiveram alta no volume, com destaque para serviços de informação e comunicação (0,7%); Levantamento do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos o Disque 100 (Disque Direitos Humanos) recebeu 37.454 denúncias de violações contra a pessoa idosa em 2018.

audio/mpeg 13-06-19 - E NOTICIA 2 MINUTOS - SUZETTE - TARDE.mp3 — 1972 KB

Duração: 2m




Transcrição

O volume do setor de serviços cresceu 0,3% na passagem de março para abril deste ano, segundo dados divulgados nesta quinta-feira, dia 13, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A alta não recupera a perda acumulada de 1,8% nos três primeiros meses do ano.

Na comparação com abril do ano passado, houve uma queda de 0,7% no setor. No acumulado houve alta de 0,6% e, no acumulado de 12 meses, um crescimento de 0,4%.

Na passagem de março para abril, três das cinco atividades pesquisadas tiveram alta no volume, com destaque para serviços de informação e comunicação (0,7%). Também houve crescimentos nos serviços profissionais, administrativos e complementares (0,2%) e nos serviços prestados às famílias (0,1%).

.........................................

Levantamento do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos o Disque 100 (Disque Direitos Humanos) recebeu 37.454 denúncias de violações contra a pessoa idosa em 2018. Divulgados na última terça-feira dia 11, os números representam um aumento de 13% em relação ao ano anterior.

Segundo o relatório, em se tratando de violações contra idosos no contexto intrafamiliar, há uma relação desigual de poder que se expressa contra a integridade física, psicológica, o direito à renda, às finanças e até mesmo a violação da sexualidade.

Mediante parceria com as prefeituras municipais, o Programa Viver – Envelhecimento Ativo e Saudável visa a otimização de oportunidades para inclusão digital e social, assegurando a participação da pessoa idosa,

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Suzette Calderon