Reajuste da Tabela de Frete entra em vigor no dia 20/07

E mais: Ministério da Saúde distribuiu mais de 150 milhões de doses da vacina Covid-19

audio/mpeg 15-07-2021-É NOTÍCIA EM 2 MINUTOS MANHÃ.mp3 — 2737 KB

Duração: 2m38s




Transcrição

É Notícia em 2 Minutos

 

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, anunciou que a sessão do Tribunal de Contas da União que vai analisar o edital do 5G teve data marcada para agosto.

 

Com a data definida, a expectativa do governo federal é realizar o leilão do 5G ainda este ano, beneficiando 27 capitais até julho de 2022. O ministro estimou que até dezembro de 2021 algumas capitais brasileiras poderão contar com sinal 5G.

 

Após a votação do TCU, o edital será encaminhado à Anatel em até cinco dias – e com mais sete dias poderá ser publicado.

 

Fábio Faria destacou que o 5G também chegará a portos e aeroportos do país, além de potencializar diversos setores da economia. A estimativa é que o agronegócio tenha um crescimento do PIB de 20% ao ano, já que toda a linha de produção poderá ser conectada.

 

Xxxxxx

 

Entra em vigor no próximo dia 20 de julho o reajuste da tabela de pisos mínimos de frete do transporte rodoviário de cargas.

 

Para definir o reajuste foram considerados o IPCA, Índice de Preços ao Consumidor Amplo, acumulado no período de 4,61% entre dezembro/2020 a maio/2021, a atualização do valor do óleo diesel S10 para 4 reais e 56 centavos, na semana de 13 a 18 de junho deste ano, por litro, e a alteração das tabelas vinculadas com os coeficientes de pisos mínimos referentes ao quilômetro rodado na realização de fretes, por eixo carregado.

 

O reajuste foi autorizado pela ANTT, Agência Nacional de Transportes Terrestres.

 

Xxxx

 

 

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, participa, nesta quinta-feira (15), do lançamento do Plano Nacional de Fortalecimento das Residências em Saúde.

 

A iniciativa aumenta a oferta de vagas de residência para médicos e profissionais da saúde de outras categorias.

 

Xxxxx

 

 

Os estados e o Distrito Federal receberam do Ministério da Saúde mais de 150 milhões de doses da vacina Covid-19 desde o início da vacinação contra a doença. A meta é vacinar 160 milhões de brasileiros com a primeira dose até setembro deste ano.

 

Do total de doses enviadas às unidades da Federação, 74milhões e 900 mil doses são da AstraZeneca/Oxford, 57 milhões e 200 mil da Coronavac/Sinovac, 16 milhões e 300 mil da Pfizer/BioNTech, e 4 milhões e 700 mil da Janssen.

 

 

Da Rede Nacional de Rádio em Brasília