Economia promove Feirão de Imóveis SPU+ em São Paulo

E mais: IBGE divulga dimensionamento emergencial de moradores de áreas indígenas e quilombolas; Primeiros resultados do Teste do Censo 2022 na Ilha de Paquetá (RJ) serão divulgados neste sábado (16)

audio/mpeg 15-10-21 - E NOTICIA 2 MIN -MARCIA DIAS VE.mp3 — 4459 KB

Duração: 2m22s




Transcrição

Mais de mil imóveis da União, como terrenos, galpões e fazendas, foram selecionados para o Feirão SPU+, nesta sexta-feira, em São Paulo. O evento, do Ministério da Economia, tem como objetivo dar ampla divulgação à Proposta de Aquisição de Imóveis, instrumento que permite que pessoas físicas ou jurídicas apresentem ofertas de compra para adquirir qualquer imóvel da União. Uma das inovações é que os interessados podem enviar propostas para adquirir ativos federais de forma totalmente on-line, pelo portal VendasGov. O Feirão já foi realizado no Rio de Janeiro e ainda neste ano, segundo o Ministério, deve ser sediado em mais três capitais: Brasília, Belo Horizonte e Porto Alegre.

****************

A população que mora em áreas indígenas e quilombolas soma mais de 2 milhões e 200 mil pessoas, segundo relatório do dimensionamento emergencial dessa população, divulgado nesta sexta-feira pelo IBGE. São 1.108.970 residentes em áreas indígenas e 1.133.106 residentes em localidades quilombolas no Brasil. O levantamento foi feito a pedido do Ministério da Saúde, com o objetivo de planejar a imunização de grupos vulneráveis contra a Covid-19. A maioria da população que vive em áreas quilombolas está na região Nordeste. Já a maior parte dos moradores das áreas indígenas está na região Norte.

****************

O IBGE divulga neste sábado, 16 de outubro, às 11h30 da manhã, os Resultados Preliminares do Teste do Censo 2022, feito na Ilha de Paquetá, no Rio de Janeiro. O primeiro teste de campo para o Censo após o início da pandemia começou na região no dia 1º de setembro, com a Pesquisa Urbanística do Entorno, e o recenseamento de casa em casa foi até dia 24 de setembro. O trabalho só termina com a Pesquisa de Pós-Enumeração, usada para avaliar a cobertura e a qualidade da coleta de dados do estudo censitário, que vai até 30 de outubro. Os dados iniciais da pesquisa serão divulgados pela Agência IBGE Notícias, em ibge.gov.br.

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Márcia Dias.