Aplicativo para tablets e celulares facilita inscrições no Enem

E mais: Ministério da Mulher participa de projeto-piloto sobre imigrantes venezuelanos; Ministério da Justiça anuncia ações para municípios com maior criminalidade; Ministério da Agricultura publica novas regras para transportar produtos de origem animal

audio/mpeg 16-05-19 - E NOTICIA 2 MIN - SUZETTE - MANHÃ.mp3 — 2848 KB

Duração: 2:01




Transcrição

A inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), para a edição de 2019, ficou mais fácil este ano.

Até esta quarta-feira, 15 de maio, uma média de seis em cada dez pessoas fez a inscrição por meio de celulares ou tabletes.

Em 2018, apenas 30% do total de inscritos usou as plataformas móveis. As inscrições estão na reta final. Quem quiser fazer o Enem este ano deve se candidatar até as 23h59 desta sexta-feira, 17 de maio, pela Página do Participante.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) participou, nesta terça-feira dia 14, em Boa Vista/RR, da implementação de projeto-piloto referente à nova modalidade de interiorização de imigrantes venezuelanos.

Entre as ações, foram realizadas visitas a um abrigo oferecido pelo governo brasileiro.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) anunciou, na manhã desta quarta-feira dia 15, os municípios de Ananindeua (PA), Paulista (PE), Cariacica (ES), Goiânia (GO) e São José dos Pinhais (PR), como participantes do projeto-piloto de enfrentamento à criminalidade violenta.

O anúncio foi feito pelo ministro Sergio Moro durante abertura de seminário de capacitação dos representantes das forças-tarefa nos municípios.

O treinamento e planejamento de ações seguem até sexta-feira dia 17.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) publicou, nesta segunda-feira (13), a Instrução Normativa (IN) nº 11, que estabelece as regras para o ingresso no território nacional de produtos de origem animal não veiculadores de doenças contagiosas em bagagem de viajantes, para consumo próprio e sem finalidade comercial.

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Suzette Calderon