Campanha de Vacinação contra Gripe continua em todo país

São 59 milhões e 500 mil pessoas nos grupos prioritários que devem buscar a vacina contra a influenza, gratuitamente no SUS; Ministério da Justiça e Segurança Pública cria Grupo de Trabalho de Prevenção da Violência Contra a Mulher; Presos terão melhor assistência jurídica.

audio/mpeg 16-05-19 - E NOTICIA 2 MIN - SUZETTE - TARDE.mp3 — 3063 KB

Duração: 2:10s




Transcrição

A Campanha de Vacinação contra a Gripe continua em todo o Brasil. São 59 milhões e 500 mil pessoas nos grupos prioritários que devem buscar a vacina contra a influenza, gratuitamente nas unidades de saúde do SUS Sistema Único de Saúde.

 

O balanço da campanha até 15 de maio demonstra que mais de 33 milhões de pessoas foram vacinadas contra a gripe em todo o país.

 

O número significa 56% do público-alvo da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, que termina em dia 31 de maio.

 

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

O ministério da Justiça e Segurança Pública criou um Grupo de Trabalho de Prevenção da Violência Contra a Mulher.

A ideia é integrar as ações já existentes e novas propostas para garantir cada vez mais proteção para as mulheres brasileiras.

A gerente do Grupo de Trabalho, Bianca Cobucci Rosiére, que também é Coordenadora de Políticas para Vítimas de Crime, destacou que apesar do avanço da legislação no que diz respeito ao tema da violência doméstica com as Leis: Maria da Penha, do Estupro, Feminicídio e Importunação Sexual, os desafios ainda são grandes.

 

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Acordo de cooperação técnica “Força de Cooperação Penitenciária” vai oferecer aos presos uma melhor assistência jurídica.

 

O acordo estabelece a realização de ações conjuntas de integrantes do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), Defensoria Pública da União, o Colégio Nacional de Defensores Públicos Gerais, a Associação Nacional das Defensoras e dos Defensores Públicos Estaduais e a Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais.

O programa é uma espécie de mutirão nos presídios e penitenciárias de modo a tirar as pessoas menos perigosas ou que não necessitem estarem encarceradas e possam ganhar a liberdade.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Suzette Calderon