Caixa paga hoje (18) Auxílio Brasil aos beneficiários de NIS 1

E mais: MDR anuncia obras hídricas para o Rio Grande do Norte; Roraima é o décimo estado a aderir ao Pnatrans, plano que prevê redução de 50% no número de mortes e lesões no trânsito até 2028.

audio/mpeg 18-03-22 - E NOTICIA EM 2 MINUTOS - DILSON SANTAFE.mp3 — 3908 KB

Duração: 2'05"




Transcrição

A Caixa começa a pagar nesta sexta-feira (18) a parcela de março do Auxílio Brasil. Recebem nesta sexta-feira os beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) final 1. O valor mínimo do benefício é R$ 400. As datas seguirão o modelo do Bolsa Família, que pagava nos dez últimos dias úteis do mês.

 

O beneficiário pode consultar informações sobre datas de pagamento, valor do benefício e composição das parcelas em dois aplicativos: Auxílio Brasil, desenvolvido para o programa social, e Caixa Tem, usado para acompanhar as contas poupança digitais do banco.

 

Atualmente, 17,5 milhões de famílias são atendidas pelo programa. No início do ano, 3 milhões foram incluídas.

Xxxxxxxxxxxx

 

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), anuncia, nesta sexta-feira (18), importantes obras para o Rio Grande do Norte. Em visita ao estado, o ministro Rogério Marinho vai lançar o edital para contratação da Adutora do Seridó e assinar a ordem de serviço para a construção da Cidade da Moda, em Acari.

 

Também serão anunciados recursos para obras hídricas em oito cidades potiguares e para sistemas dessalinizadores do Programa Água Doce.

Em Currais Novos, o MDR lançará edital para execução do trecho norte do projeto da Adutora do Seridó. A obra, que será executada pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), conta com investimento federal de R$ 314 milhões e vai beneficiar 165 mil pessoas nesta fase.

Xxxxxxxxx

 

Ao aderir nesta quinta-feira ao Plano Nacional pela Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans), o estado de Roraima se tornou a décima unidade da Federação a se comprometer a reduzir em 50% do número de mortes e lesões até 2028

 

Já se comprometeram com o plano Minas Gerais, Paraná, Maranhão, Rio de Janeiro, Goiás, Rio Grande do Sul, Distrito Federal, São Paulo e Santa Catarina.


Da Rede Nacional de Rádio em Brasília