Acre pede ajuda do governo federal

E mais: municípios vão receber quase 5 milhões de doses da vacina contra o coronavírus, para aplicação imediata; reaplicação do Enem das provas vai acontecer nos próximos dias 23 e 24 de fevereiro.

audio/mpeg 19-02-21 - É NOTICIA 2MIN - TARDE - LUCIANO - 2m16s.mp3 — 1939 KB

Duração: 2m16s




Transcrição

Com o decreto de emergência por causa de covid-19, dengue e enchentes, o Acre pediu apoio ao governo federal.

 

O secretário nacional de Defesa Civil, coronel Alexandre Lucas, seguiu para o Acre e deve ajudar na elaboração de um plano de ações emergenciais para evitar um possível colapso por causa das cheias, inclusive com o fechamento da BR-364, com a enchente do rio Madeira.

 

O Rio Madeira não corta o estado do Acre, mas pode deixar o estado ilhado como já aconteceu em 2014. De acordo com o coordenador da Defesa Civil estadual, coronel Eudemir Gomes Bezerra, já são 10 municípios totalmente alagados e as vazantes estão lentas por causa da saturação do solo.

------------------------------

Municípios vão receber quase 5 milhões de doses da vacina contra o coronavírus a partir do próximo dia 24, para aplicação imediata.

 

Segundo o Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, a remessa contará com 2,7 milhões de doses da vacina do Instituto Butantan, produzidas no Brasil, e 2 milhões da vacina da AstraZeneca/Oxford, importadas da Índia.

 

Ainda de acordo com o ministro, todas as vacinas dessa nova entrega serão destinadas apenas para a aplicação da 1ª dose, para acelerar o processo de vacinação no Brasil.

---------------------------------------------------

A reaplicação das provas do Enem vai acontecer nas próximas terça e quarta-feiras, dias 23 e 24 de fevereiro. As datas valem também para os inscritos privados de liberdade.

 

De acordo com os últimos dados divulgados pelo Inep, mais de 18.500 estudantes que deveriam fazer o Enem impresso ou a versão digital solicitaram a reaplicação por motivo de doença infecto-contagiosa.

 

 

Desses, cerca de 13.900 tiveram seus pedidos aceitos e farão a prova junto com 160 mil estudantes do estado do Amazonas. A prova será feita na forma impressa; mesmo para aqueles que perderam a prova digital.

 

Da Rede Nacional de Rádio em Brasília, Luciano Barroso.