Anvisa aprova testes com novo medicamento contra a covid-19

E mais: Ministério da Justiça realiza leilão de imóveis com valor total de R$ 80 milhões; ANS realiza consulta pública sobre risco de monitoramento dos planos de saúde

audio/mpeg 19-07-21-É-NOTÍCIA-2 MINUTOS TARDE.mp3 — 1752 KB

Duração: 1m45s




Transcrição

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou um estudo clínico para avaliar a segurança e a eficácia do medicamento proxalutamida. O medicamento está sendo testado contra a infecção viral causada pelo novo coronavírus e para combater as inflamações causadas pela covid-19.

O estudo terá participação de 50 pacientes voluntários com quadros leves a moderados da doença, em São Paulo e Roraima.

As pesquisas sobre a proxalutamida são patrocinadas pela empresa chinesa Suzhou Kintor Pharmaceuticals, e serão realizadas também na Alemanha, Argentina, África do Sul, Ucrânia, México e Estados Unidos.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> 

Até o dia 22 de julho, interessados em comprar imóveis podem fazer lances pela internet no leilão promovido pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública. 

Os imóveis foram apreendidos do ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro.

O Ministério da Justiça afirma que este já é considerado o maior leilão da história, com valor total dos lotes em R$ 80 milhões. Todo o dinheiro arrecadado vai financiar ações de combate às drogas no país.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> 

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) quer ouvir a sociedade sobre duas propostas para melhorar a gestão de risco dos planos de saúde e o atendimento aos beneficiários. As sugestões podem ser enviadas até 2 de setembro pelo site ans.gov.br