Pesquisa mostra que atividade física reduz risco do câncer de mama

E Mais: Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União vai receber prêmio internacional

audio/mpeg 19-10-18 - NOTICIA 2 MINUTOS - SERGIO VIEIRA - TARDE.mp3 — 2595 KB

Duração: 2m46s




Transcrição

O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União vai receber o prêmio anual internacional oferecido pela Sociedade de Integridade e Ética Corporativa com sede nos Estados Unidos.

 

Esta é a primeira vez que um órgão governamental da América Latina recebe a distinção

 

O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União está sendo reconhecido por seu trabalho de incentivo à adoção de programas efetivos de integridade corporativa no Brasil, especialmente por iniciativas como o programa Empresa Pró-Ética.

 

A premiação acontece na próxima segunda-feira, na cidade de Las Vegas, nos Estados Unidos.

 

Uma em cada 10 mulheres vítimas do câncer de mama, cerca de 12%, poderiam ter a vida poupada se praticassem atividade física regularmente durante 150 minutos por semana.

É o que aponta o artigo científico que contou com a participação do Ministério da Saúde.

De acordo com a pesquisa, no ano de 2015, duas mil e 75 mortes poderiam ter sido evitadas se as pacientes realizassem ao menos uma caminhada de 30 minutos por dia, cinco vezes por semana.

O estudo aponta também que o consumo de álcool e alta quantidade de açúcar e excesso de peso aumentam a mortalidade em 6,5% por câncer de mama.

Os estados brasileiros com melhores indicadores socioeconômicos apresentaram as maiores taxas de mortes por câncer de mama devido a falta de atividade física. O Rio de Janeiro aparece em primeiro lugar, seguido pelo Rio Grande do Sul e São Paulo.

A Companhia de Armazéns e Silos do Estado de Minas Gerais será privatizada.

A iniciativa é parte da estratégia do governo Federal no âmbito do Programa Nacional de Desestatização.

A decisão da privatização foi tomada pelo Conselho do Programa de Parcerias de Investimento da Presidência da República, integrado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

A Companhia faz os serviços de armazenagem, secagem, limpeza e comercialização de grãos, além da amostragem de produtos, tratamento fitossanitário e transbordo ferroviário em Minas Gerais.

O processo de dissolução da companhia será coordenado pelo Ministério e Planejamento, Desenvolvimento e Gestão e obedecerá aos prazos legais estabelecidos por Lei.