Prefeitura do Rio entrega hospital de campanha do Riocentro

A unidade de campanha da capital fluminense é a maior da rede pública em todo o estado, com mais de 16 mil metros quadrados de pavilhão e 13 mil metros quadrados de área construída; Novo ministro da Saúde se reúne, através de videoconferência , com ministros da Saúde do G20; Campanha para amenizar os efeitos negativos da pandemia da COVID-19 na saúde mental dos brasileiros foi lançada pelo Ministério da Saúde e a OPAS.

audio/mpeg 20-04-20 - É NOTÍCIA 2 MIN - DILSON - MANHA - FINALIZADO - 2m03s.mp3 — 1936 KB

Duração: 2:03s




Transcrição

Foi entregue nesse domingo, 19, pela prefeitura do Rio de Janeiro, o hospital de campanha do Riocentro, na zona oeste da cidade.

 

A unidade de campanha da capital fluminense é a maior da rede pública em todo o estado, com mais de 16 mil metros quadrados de pavilhão e 13 mil metros quadrados de área construída.

 

Tem 500 leitos, sendo 400 de clínica médica e 100 de UTI, entre os quais 15 com recursos para hemodiálise.

 

…............................................

 

O novo ministro da Saúde, Nelson Teich, participou nesse domingo (19) de sua primeira agenda internacional, uma reunião de ministros da Saúde do G20.

 

Durante a vídeoconferância, o ministro destacou o papel da Organização Mundial da Saúde (OMS) na luta contra a pandemia do novo coronavírus e defendeu que os países do bloco busque uma cobertura de saúde universal e de qualidade.

 

O ministro assegurou que o país está comprometido no trabalho em conjunto com os organismos internacionais.

 

Além dos ministros da Saúde do G20, bloco formado pelas 20 maiores economias do mundo, o presidente da OMS, Tedros Ghebreyesu, também participou da reunião.

 

…..................................

 

Campanha para amenizar os efeitos negativos da pandemia da COVID-19 na saúde mental dos brasileiros foi lançada na última sexta-feira, 17, pelo Ministério da Saúde e a Organização Pan-Americana da Saúde.

 

Um total de oito vídeos terão como foco os profissionais de saúde, familiares e cuidadores de pessoas idosas, à própria população idosa e aos pais e cuidadores de crianças.

 

A campanha é para orientar como as pessoas devem lidar com sentimentos, como medo e estresse, além de apresentar dicas e estratégias de cuidado em saúde mental.

 

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Dilson Santa Fé