Termina nesta sexta (22) as inscrições para o Enem 2020

Os inscritos serão convidados a responder a uma enquete na Página do Participante para sobre o melhor momento para que as provas aconteçam; Indígenas do Acre terão prazo maior para sacar os benefícios previdenciários e o auxílio emergencial; Anvisa alerta profissionais de saúde e pacientes sobre a circulação de uma versão falsificada do medicamento Harvoni.

audio/mpeg 21-05-20 - É NOTICIA EM 2 MINUTOS - TARDE - 2m27s - LUCIANO.mp3 — 2143 KB

Duração: 2m27s




Transcrição

As inscrições para o Enem 2020 terminam nesta sexta-feira, dia 22 de maio. Até essa quarta-feira, 20 de maio, quatro milhões e 310 mil pessoas tinham efetuado inscrição para participar desta edição do Enem. As 101 mil e 100 vagas disponibilizadas para as provas digitais já foram preenchidas.

 

Os inscritos serão convidados a responder uma enquete na Página do Participante para que possam manifestar sua opinião em relação ao melhor momento para que as provas aconteçam.

 

Dúvidas relativas ao processo de inscrição podem ser sanadas pelo Fale Conosco do Inep, por meio do 0800 616161 (somente chamadas de telefone fixo).

------------------------------------------------------------

Os indígenas do Acre terão prazo maior para sacar os benefícios previdenciários e o auxílio emergencial. A decisão é da Justiça Federal que acolheu pedido feito pelo Ministério Público Federal e Defensoria Pública da União.

A Justiça reconhece a gravidade dos efeitos do novo coronavírus à saúde da população indígena no estado do Acre. Essas comunidades ficam distantes dos centros urbanos, o que prejudica o deslocamento.

 

A ampliação do prazo deve ser amplamente divulgada em todos os meio de comunicação, com tradução escrita e oral nas línguas dos povos indígenas do Acre.

---------------------------------------------------------------

A Anvisa alerta profissionais de saúde e pacientes sobre a circulação de uma versão falsificada do medicamento Harvoni. Este medicamento é indicado para o tratamento da hepatite C crônica, em adultos e crianças acima de 12 anos.

 

Para distinguir o produto falso do original, é necessário ficar alerta para alguns aspectos: a versão original do medicamento Harvoni no Brasil é caracterizada por caixas com rótulo em português, contendo um frasco com 28 comprimidos brancos, revestidos, em forma de diamante e com a gravação da sigla "GSI" em um lado e a numeração "7985" do outro.

 

Já a versão falsificada tem as seguintes características: caixas com o rótulo em alemão e os comprimidos são na cor rosa ou branco.

Quem identificar o produto falsificado, não faça uso do medicamento e notifique imediatamente à Anvisa, pelo telefone 0800 771 0744 ou pelo e-mail sac@gilead.com.


Da Rede Nacional de Rádio em Brasília, Luciano Barroso.