Sisu: instituições públicas de educação vão poder fazer adesão a partir do dia 25

O processo seletivo usa as notas do Enem como critério de classificação para universidades em todo o país; Menos da metade dos contribuintes já entregou a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2020; Bahia vai ganhar um parque eólico para gerar energia limpa a 850 mil domicílios.

audio/mpeg 21-05-20 É NOTICIA EM DOIS MINUTOS - MANHÃ - 1m56s - ADALTO - FINALIZADO .mp3 — 1820 KB

Duração: 1:56s




Transcrição

 
As instituições públicas de educação superior vão poder aderir ao Sisu a partir da próxima segunda-feira, dia 25.


Retificações poderão ser feitas entre 1º de junho e 5 de junho.

 

Para os estudantes, as inscrições vão de 16 a 19 de junho.


O processo seletivo usa as notas do Enem como critério de classificação para universidades em todo o país.

 

Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Menos da metade dos contribuintes já entregou a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2020.


Até o final da manhã dessa quarta-feira, dia 20, cerca de 14 milhões de pessoas haviam enviado o documento à Receita Federal.


O total enviado equivale a 46,2% das 32 milhões de declarações esperadas para este ano.

Inicialmente, o prazo acabaria no fim de abril, mas a data foi prorrogada por dois meses por causa da pandemia do novo coronavírus.

 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

A Bahia vai ganhar um parque eólico para gerar energia limpa a 850 mil domicílios.

 

O financiamento aprovado pelo BNDES, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Socia, com valor de mais de 1 bilhão de reais, será para o projeto de geração renovável Conjunto Eólico Campo Largo – Fase 2, nos municípios de Umburanas e Sento Sé.

 

O projeto tem investimento total de quase 2 bilhões de reais.

 

Todas as licenças de instalação para as 11 centrais que compõem o projeto foram obtidas e a entrada em operação está prevista para o início de 2021.


Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Adalto Gouveia