Governo desbloqueia todo Orçamento de 2021

Serão entregues nesta sexta-feira (23) pelo ministro o Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, obras de saneamento em Campinas e em Sorocaba, além do residencial Cachoeirinha III, em Botucatu; A pedra fundamental da Casa da Mulher Brasileira (CMB) de Cariacica (ES) será lançada nesta sexta-feira (23), com a presença da ministra do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves.

audio/mpeg 23-07-20 - É NOTICIA EM 2 MIM - DILSON SANTA FÉ - 2m02s - FINALIZADO 000.mp3 — 2970 KB

Duração: 2'02"




Transcrição

A diminuição de diversas estimativas de gastos obrigatórios criou espaço no teto federal de gastos e fez o governo desbloquear todo o Orçamento de 2021.


Segundo o Relatório Bimestral de Avaliação de Receitas e Despesas, divulgado nessa quinta-feira (22) pelo Ministério da Economia, a equipe econômica liberou mais de 4 bilhões e 500 milhões de reais que estavam contingenciados desde a sanção do Orçamento, em abril.


A pasta mais beneficiada foi o Ministério da Educação. Em seguida, vêm os ministérios da Economia, da Defesa e do Desenvolvimento Regional.


Xxxxxxxxxxxxxxxxxx

Serão entregues nesta sexta-feira (23) pelo ministro o Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, obras de saneamento em Campinas e em Sorocaba, além do residencial Cachoeirinha III, em Botucatu.


Em Campinas, será inaugurada a Estação de Produção de Água de Reuso (Epar).


Ao todo, foram investidos mais de 55 milhões de reais, que beneficiarão cerca de 55 mil moradores de mais de 30 bairros.


A obra é de responsabilidade da Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento (Sanasa - Campinas) e financiada com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).
Em seguida, o ministro segue para Sorocaba, onde irá entregar a Estação de Tratamento de Água (ETA) Vitória Régia.


Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx


A pedra fundamental da Casa da Mulher Brasileira (CMB) de Cariacica (ES) será lançada nesta sexta-feira (23), com a presença da ministra do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves. A iniciativa partiu do Governo Federal por meio do Ministério da Mulher.


Para a construção da unidade, foram destinados 823 mil reais.


A Casa conta com a parceria do governo estadual, municipal e o poder Judiciário, com o intuito de oferecer atendimento integrado às vítimas de violência.



Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Dilson Santa Fé