Governo vai distribuir cestas de alimentação para municípios em situação de emergência

E Mais: Caixa Econômica Federal libera, nesta quarta-feira, dia 24, a atualização dos dados dos usuários do Caixa Tem nascidos em julho; Ministério do Desenvolvimento Regional entrega, nesta quarta-feira, cerca de 650 moradias a famílias de baixa renda de Santa Luzia, no Maranhão.

audio/mpeg 24-03-21 - É NOTÍCIA EM 2 MINUTOS - 1m50s - DILSON SANTA FÉ - FINALIZADO.mp3 — 2585 KB

Duração: 1:50s




Transcrição

Localidades em situação de emergência ou estado de calamidade pública reconhecidos pelo governo federal poderão receber, via Ministério da Cidadania, cestas de alimentos destinadas a famílias em situação de insegurança alimentar e nutricional.

 

Portaria publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 24, que prevê a ação, determina que os municípios devem apresentar uma lista de documentos para serem atendidos pela distribuição de alimentos, que será coordenada pela Secretaria Nacional de Inclusão Social e Produtiva.

 

O Ministério da Cidadania dividiu o país em sete regiões e 55 municípios polos onde serão entregues as cestas emergenciais doadas pelo ministério.

 

--------------------------------
A Caixa Econômica Federal liberou, nesta quarta-feira, dia 24, a atualização dos dados dos usuários do Caixa Tem nascidos em julho. O aplicativo é usado para o recebimento de benefícios como o auxílio emergencial.

 

Segundo a Caixa, a atualização é importante para trazer mais segurança no recebimento de benefícios e prevenir fraudes.

 

Ao entrar no aplicativo, o usuário acessa a opção Atualize seu cadastro. Em seguida, envia uma foto, que pode ser selfie, e documentos pessoais como identidade, CPF e comprovante de endereço.

 

O calendário de atualização vai até o final de março, sendo o dia 31 disponível para os nascidos em dezembro.

 

---------------------------------

O Ministério do Desenvolvimento Regional entrega, nesta quarta-feira, cerca de 650 moradias a famílias de baixa renda de Santa Luzia, no Maranhão.

 

Foram investidos 36 milhões de reais na construção do empreendimento.

 

A cerimônia de repasse das chaves contará com a presença do ministro Rogério Marinho.

 

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Dilson Santa Fé