Reabilitação melhora em 26% recuperação de pacientes pós covid-19

E mais: AGU celebra acordos com todas empresas que ocupavam Polo de Biotecnologia da UFRJ, viabilizando saída ordenada e pacífica de todas elas do espaço; MDR recebe inscrição de projetos de revitalização de bacias hidrográficas, por meio de edital lançado pelo Programa Águas Brasileiras.

audio/mpeg 25-02-21 - É NOTICIA EM 2 MIN - TARDE - 2m17s - LUCIANO.mp3 — 1821 KB

Duração: 2m17s




Transcrição

Reabilitação melhora em 26% a recuperação de pacientes pós covid-19. A conclusão faz parte de um projeto piloto de reabilitação realizado em cinco hospitais do SUS.

 

A reabilitação demonstrou resultados importantes na recuperação da independência motora e funcional de pacientes pós covid-19

 

As avaliações foram realizadas nas cinco regiões do país, entre novembro e dezembro do ano passado. Além de elevar para 120% o valor agregado da internação até a alta de cada paciente, ou seja, mais qualidade nos serviços de saúde prestados e melhor experiência vivida por eles.

-------------------------------------------------------------

A Advocacia-Geral da União celebrou acordos com todas as 21 empresas que ocupam o Polo de Biotecnologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro, viabilizando a saída ordenada e pacífica de todas elas do espaço.

 

As empresas haviam acionado o Poder Judiciário por serem contrárias à desocupação da área pública após a Universidade reincidir o contrato celebrado com a Fundação Bio Rio, que geriu o Polo por 30 anos.

 

A UFRJ pretendia desocupar a área para poder realizar obras de adequação e licitar novamente os espaços com o objetivo de atrair empresas que estivessem alinhadas com os propósitos da instituição.

---------------------------------------------

O Ministério do Desenvolvimento Regional recebeu inscrição de 48 projetos de revitalização de bacias hidrográficas no país, por meio de edital lançado pelo Programa Águas Brasileiras.

 

As iniciativas selecionadas serão divulgadas no portal do Ministério, visando fazer a conexão entre elas e organizações e empresas que desejem apoiá-las financeiramente.

 

As propostas, apresentadas pela iniciativa privada, contemplam ações em 12 estados e aproximadamente 300 municípios e visam o uso sustentável dos recursos naturais e a melhoria da disponibilidade de água em quantidade e qualidade para os usos múltiplos.

 

Da Rede Nacional de Rádio em Brasília, Luciano Barroso.