Caixa paga auxílio emergencial para beneficiários do Bolsa Família

Ao todo, 19 milhões e 200 mil pessoas cadastradas no programa receberão o dinheiro até 31 de agosto; Mais de 6 bilhões de reais poderão ser contraídos por estados e municípios em empréstimos no sistema financeiro; Desde o início da pandemia da Covid-19, o Ministério da Saúde ampliou a capacidade de testagem na rede pública em mais de 800%.

audio/mpeg 25-08-20 - É NOTÍCIA 2 MINUTOS - MANHA - 2m17s - ADALTO - FINALIZADO.mp3 — 1631 KB

Duração: 2:17s




Transcrição

A Caixa Econômica Federal segue nesta terça-feira, 25 com o pagamento da quinta parcela do auxílio emergencial para os beneficiários do programa Bolsa Família. A cada dia, o saque é liberado a um novo grupo conforme o final do Número de Identificação Social (NIS). Ao todo, 19 milhões e 200 mil pessoas cadastradas no programa receberão o dinheiro até 31 de agosto. 

 

xxxxxxxxxxxxxxxx


Mais de 6 bilhões de reais poderão ser contraídos por estados e municípios em empréstimos no sistema financeiro.

 

Em reunião extraordinária, o Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou nessa segunda-feira, 24, a elevação do limite de crédito dos governos locais para 2020.

 

Com a decisão, o limite global de contratação de operações de crédito pelos governos locais passou de 12 bilhões de reais para 18 bilhões de reais.

 

Dessa forma, o teto total de operações de crédito pelos três níveis de governo – federal, estadual e municipal – subiu de mais de 12 bilhões para acima de 18 bilhões de reais.


Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxx


Desde o início da pandemia da Covid-19, o Ministério da Saúde ampliou a capacidade de testagem na rede pública em mais de 800%. E a partir desta segunda-feira, 24, o país passou a contar com mais uma unidade para diagnóstico da doença.

 

A Unidade de Apoio ao Diagnóstico da Covid-19 da Fiocruz, no estado do Ceará, tem potencial para processar até 10 mil testes moleculares por dia.

 

O Ministério da Saúde vêm realizando ações para ampliar a testagem da doença no país, com aumento da capacidade laboratorial para que mais pessoas sejam diagnosticadas precocemente.


O diagnóstico precoce favorece a adoção de medidas de isolamento de casos e o monitoramento de contatos, reduzindo novas infecções, casos graves e óbitos.


O Brasil estendeu a testagem para os pacientes com casos leves da doença nos serviços de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Adalto Gouveia