Brasil vai participar da Cúpula do Fórum para o Prosul

E mais: Anvisa manda recolher o autoteste de Covid-19 Isa Lab por falta de registro; Ministério da Saúde envia 2,6 milhões de doses de Coronavac e da vacina da Pfizer aos estados e ao Distrito Federal.

audio/mpeg 26-01-22 - E NOTICIA EM 2 MINUTOS - RPSA AMELIA.mp3 — 2141 KB

Duração: 2m17s




Transcrição

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, e o ministro das Relações Exteriores, Carlos França, viajam nesta quarta-feira (26) para Cartagena, na Colômbia. 

 

O objetivo é participar da Cúpula do Fórum para o Progresso e Desenvolvimento da América do Sul (Prosul), que ocorre hoje e amanhã (27). 

 

Xxxx

 

A Anvisa Agência Nacional de Vigilância Sanitária determinou nessa terça-feira  (25) o recolhimento, a suspensão da comercialização, distribuição, fabricação, importação, propaganda e uso do Autoteste Covid-19 Isa Lab. 

 

O produto não possui registro na Anvisa e é comercializado por empresa não regularizada. Até o momento, segundo a Anvisa, não existe nenhum produto aprovado na Agência como autoteste para uso por usuários leigos. 

 

Xxxxx

 

Em sua terceira distribuição de vacinas pediátricas contra a Covid-19, o Ministério da Saúde envia aos estados e ao Distrito Federal mais 2  milhões e 600 imunizantes. As vacinas da Pfizer e da Coronavac, destinadas para o público de 5 a 11 anos, começaram a ser distribuídas nessa terça-feira (25) e a previsão é que sejam entregues a todas as unidades federativas em até 48 horas.

 

 

Nesta distribuição, pela primeira vez, estão sendo enviadas cerca de 774 mil doses de Coronavac, produzidas pelo Instituto Butantan, às unidades federativas para a vacinação do público infantil. 

 

 

O imunizante deve ser utilizado em crianças que não sejam imunocomprometidas e acima de 6 anos, segundo as recomendações da Anvisa). O intervalo recomendado entre as doses é de 28 dias.

 

Da Rede Nacional de rádio em Brasilia