MDR libera mais de R$8 milhões para obras de saneamento básico para oito estados do País

O montante, somado a todos os pagamentos do mês de maio, já está acima de 30 milhões de reais em todas as regiões do Brasil; Moradores de cidades ribeirinhas da região amazônica vão poder receber o auxílio emergencial nas agências-barco da Caixa Econômica, Chico Mendes de Ilha do Marajó;Mais de MIL pessoas de Niterói, no Rio de Janeiro, e 3 MIL 584, em João Pessoa, capital da Paraíba, vão ser beneficiadas por empreendimentos residenciais do programa de habitação popular do governo federal

audio/mpeg 26-05-20 - É NOTICIA EM DOIS MINUTOS - MANHÃ - 2m12s - ADALTO - FINALIZADO.mp3 — 2068 KB

Duração: 2:12s




Transcrição

Mais oito estados do país vão receber recursos para obras de saneamento básico. A liberação da verba de mais de 8 milhões de reais foi do Ministério do Desenvolvimento Regional.

 

O montante, somado a todos os pagamentos do mês de maio, já está acima de 30 milhões de reais em todas as regiões do Brasil.

 

Os estados que foram contemplados nesta semana são Pará, Maranhão, Rio Grande do Norte, Bahia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Minas Gerais e Sergipe. As ações são de esgotamento sanitário, saneamento integrado, além de estudos e projetos para a execução das obras.

 

De acordo com o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, a continuidade das obras é fundamental para apoiar os municípios no enfrentamento dos efeitos econômicos da Covid-19.

 

Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx


Moradores de cidades ribeirinhas da região amazônica vão poder receber o auxílio emergencial nas agências-barco da Caixa Econômica, Chico Mendes de Ilha do Marajó.

 

Para receber o benefício, é preciso ter feito o cadastro antes.

 

As duas agências-barco estarão até a próxima sexta-feira , dia 29, nos municípios de Careiro da Várzea e Manaquiri, no Amazonas; Soure e Salvaterra, no Pará.

 

Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Mais de MIL pessoas de Niterói, no Rio de Janeiro, e 3 MIL 584, em João Pessoa, capital da Paraíba, vão ser beneficiadas por empreendimentos residenciais do programa de habitação popular do governo federal que serão retomados a partir de agora.

 

O Ministério do Desenvolvimento Regional substituiu as construtoras antes envolvidas e vai destinar os recursos que faltam para a finalização.

 

Serão gerados cerca de 4 mil e 300 empregos diretos, indiretos e induzidos.

 

As obras são contratadas com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial.

 

As moradias são destinadas a famílias com renda mensal de até MIL e 800 reais, a Faixa 1 do Programa Minha Casa, Minha Vida.

 

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Adalto Gouveia