Dívidas de empresas optantes do Simples Nacional devem ser quitadas ainda este ano

Mais de 700 mil inadimplentes, com dívidas que ultrapassam os R$21 bilhões foram notificados pela Receita Federal; Os estudantes que participaram do Enade já podem conferir os gabaritos preliminares das questões objetivas da avaliação;

audio/mpeg 26-11-19 - E NOTICIAS EM 2 MINUTOS - MARIA VILHENA - TARDE - 2m00s.mp3 — 1886 KB

Duração: 2m




Transcrição

Pequenas empresas optantes pelo Simples Nacional que estão com irregularidades devem quitar as dívidas ainda este ano.

Mais de 700 mil inadimplentes, com dívidas que ultrapassam os 21 bilhões e meio de reais, foram notificados pela Receita Federal.

Eles têm até 30 dias, depois do conhecimento do termo, para impugnar o termo ou regularizar seus débitos.

As empresas que não regularizarem a situação serão excluídas do Simples Nacional a partir de 2020.

O Simples Nacional é um regime compartilhado de arrecadação, cobrança e fiscalização de tributos aplicável às microempresas e empresas de Pequeno Porte.

-------------------------------------------------------------------------


Os estudantes que participaram do Enade já podem conferir os gabaritos preliminares das questões objetivas da avaliação.

Já o padrão de resposta para as questões discursivas e os gabaritos definitivos serão divulgados no início de 2020.

As manifestações contrárias aos gabaritos publicados podem ser encaminhadas ao e-mail bnienade@inep.gov.br, até 25 de janeiro de 2020.

-------------------------------------------------------------------------

 

Mais 36 milhões de reais estão sendo repassados para atendimento odontológico no Sistema Único de Saúde.

Os recursos são destinados à aquisição de cadeiras odontológicas e outros equipamentos para ampliar o atendimento das equipes de Saúde Bucal.

Cerca de sete milhões de pessoas serão beneficiadas em 841 municípios, no âmbito da Estratégia Saúde da Família. Os novos equipamentos vão ampliar e melhorar o trabalho de duas mil equipes.

Mais informações em saude.gov.br.

 

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Maria Vilhena.