MPF e MPPA proíbem turismo e pesca esportiva em Oriximiná, durante pandemia

Medida foi tomada visando proteger a população, sobretudo as populações tradicionais que vivem na região; Marinha do Brasil abre inscrições para Concurso Público de Ingresso no Quadro Técnico de Praças da Armada; Poder Judiciário recupera R$48 bilhões de devedores da União, estados e municípios, em 2019, ou 62,7% de toda a receita do ano.

audio/mpeg 27-08-20 - É NOTÍCIA 2 MINUTOS - TARDE - 2m09s - LUCIANO.mp3 — 1885 KB

Duração: 2m09s




Transcrição

O Ministério Público Federal e o Ministério Público estado do Pará recomendam a proibição do turismo e da pesca esportiva em Oriximiná, durante a pandemia.

 

A medida foi tomada visando proteger a população, sobretudo as populações tradicionais que vivem na região. Oriximiná é um dos municípios de maior sociodiversidade do país e conta com a presença de muitos povos indígenas, comunidades quilombolas e ribeirinhas.

 

A recomendação leva em conta que muitas vezes as atividades de pesca esportiva ocorrem em regiões reconhecidas exclusivamente indígenas, por portaria da Funai.

------------------------------------------------------------------

A Marinha do Brasil está com as inscrições abertas para o Concurso Público de Ingresso no Quadro Técnico de Praças da Armada.

 

São 24 vagas destinadas para jovens de 18 a 25 anos, do sexo masculino, com Ensino Médio técnico nas áreas de Eletroeletrônica e Mecânica.

 

As inscrições que custam 44 reais devem ser feitas pelo site www.ingressonamarinha.mar.mil.br, até o dia 5 de outubro. Repetindo o site: www.ingressonamarinha.mar.mil.br

----------------------------------------------------------------

O Poder Judiciário recuperou de devedores da União, estados e municípios quase 48 bilhões de reais em 2019, ou 62,7% de toda a receita do ano.

 

O resultado é um recorde histórico e representa aumento de quase 10 bilhões em um ano. Os dados constam no Relatório Justiça em Números 2020, divulgado pelo Conselho Nacional de Justiça.

 

As receitas de execução fiscal são, na maioria, oriundas de dívidas pagas pelos devedores em decorrência de ação judicial. Saiba mais acessando o site cnj.jus.br

 

Da Rede Nacional de Rádio em Brasília, Luciano Barroso.