Caixa bate novo recorde de financiamentos habitacionais

E mais: Preços da indústria registram alta de 1,31% em junho; AGU mantém desclassificação de candidato do ITA por uso de cocaína

audio/mpeg 28-07-20 - É NOTICIA EM 2 MIN -TARDE ANA PIMENTA.mp3 — 2002 KB

Duração: 1m59s




Transcrição

As contratações de crédito imobiliário na Caixa Econômica Federal bateram recorde no primeiro semestre deste ano.

Foram mais de R$ 65,4 bilhões em financiamentos. O valor representa um crescimento de mais de 36% na comparação com o primeiro semestre de 2020.

O total de contratos também cresceu: foram mais de 5,7 milhões. O crescimento foi de 5,5% em relação ao primeiro semestre de 2020.

A Caixa é hoje o maior financiador da casa própria no país, com quase 70% de participação no mercado.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> 

Os preços da indústria subiram 1,31% em junho. Em maio, inflação no setor ficou em 0,99%.

A alta acumulada em 12 meses bateu recorde e chegou a 36,81%.

Os dados fazem parte do Índice de Preços ao Produtor (IPP), divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).  O IPP mede a variação dos preços de produtos na “porta da fábrica”, ou seja, sem impostos e frete. 

Das 24 atividades das indústrias extrativas e da transformação, 18 tiveram variações alta em junho. Segundo o IBGE, a alta nos preços foi puxada pela cotação do dólar.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> 

A Advocacia-Geral da União (AGU) manteve a desclassificação  de um candidato no vestibular do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA) por uso de cocaína. A AGU derrubou na Justiça Federal a decisão que mantinha o participante na disputa.

O candidato havia sido excluído após reprovação no exame toxicológico que faz parte do processo de seleção do ITA, mas recorreu na justiça pelo direito de permanecer no processo seletivo.

Com informações da Agência Brasil,

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Ana Pimenta