Bandeira tarifária de energia continua amarela em fevereiro

O custo é de R$ 1,34 para cada 100 quilowatts/hora consumidos. O principal motivo para a medida foi o fato de os principais reservatórios de hidrelétricas do sistema estarem apresentando recuperação lenta de níveis em função do volume de chuvas abaixo do padrão histórico para esse período do ano.

audio/mpeg 01-02-2021_BOLETIM_BANDEIRA TARIFÁRIA.mp3 — 1112 KB

Duração: 47s




Transcrição

A bandeira tarifária em fevereiro segue amarela, com custo de R$ 1,34 para cada 100 quilowatts/hora consumidos.  

Fevereiro é um mês típico do período úmido nas principais bacias do Sistema Interligado Nacional.

Entretanto, os principais reservatórios de hidrelétricas do sistema vêm apresentando recuperação lenta de níveis em função do volume de chuvas abaixo do padrão histórico para esse período do ano.

A combinação de reservatórios baixos com a perspectiva de chuvas abaixo da média histórica sinaliza patamar desfavorável de produção de energia pelas hidrelétricas, pressionando os custos relacionados ao risco hidrológico .