Ministério alerta sobre casos de sarampo no Amazonas

O Ministério da Saúde está reforçando a importância da vacinação contra o sarampo no estado do Amazonas. O número de casos no estado tem aumentado nos últimos meses e, pela primeira vez, ultrapassou o estado de Roraima, que tem registrado casos da doença desde fevereiro deste ano por causa da chegada de venezuelanos ao estado.

audio/mpeg 03-07-18 - E NOTICIA - ROSAMELIA - SURTO SARAMPO 1.mp3 — 1068 KB

Duração: 1'08"




Transcrição

Com o surto de sarampo no estado do Amazonas, o Ministério da Saúde reforça a importância da população se vacinar contra a doença. O número de casos no estado ultrapassou, pela primeira vez, Roraima, que tem registrado casos da doença desde fevereiro deste ano devido a chegada de venezuelanos ao estado.

 

Até o dia 20 de junho, foram confirmados 263 casos de sarampo no Amazonas, 1 mil 368 permanecem em investigação e 125 foram descartados.

 

De janeiro a junho deste ano, o ministério da Saúde encaminhou aos estados de Roraima e Amazonas mais de 711 mil doses da vacina tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) para atender a população.

 

Desde fevereiro, o Ministério Saúde tem mantido equipes técnicas e treinadas nos estados do Amazonas e Roraima para acompanhar as ações e prestar orientação no enfrentamento da situação. A pasta tem realizado treinamentos para profissionais de saúde sobre aspectos gerais da doença e ações de vigilância epidemiológica.

 

O objetivo é tornar os profissionais de saúde, que atuam na rede de saúde dos estados, sensíveis sobre os sinais e sintomas que definem um caso suspeito de sarampo.