Ministério da Saúde define estratégia da vacinação da população contra a Covid-19

Na primeira fase de vacinação devem ser imunizados trabalhadores da saúde, população idosa a partir dos 75 anos de idade, pessoas com 60 anos ou mais que vivem em asilos e instituições psiquiátricas e população indígena

audio/mpeg 03-12-2020_BOLETIM_ESTRATÉGIA VACINAÇÃO COVID .mp3 — 1469 KB

Duração: 1m33s




Transcrição

O Ministério da Saúde apresentou, nesta terça-feira (01), definições preliminares da estratégia que vai pautar a vacinação da população contra a Covid-19. 

 

A imunização  deve ocorrer em quatro fases, obedecendo a critérios logísticos de recebimento e distribuição das doses. 

 

As fases priorizam grupos e  levam em conta informações  epidemiológicas da Covid-19 entre os brasileiros, bem como comorbidades e dados populacionais.

 

 

Na primeira fase de vacinação devem ser imunizados  trabalhadores da saúde, população idosa a partir dos 75 anos de idade, pessoas com 60 anos ou mais que vivem em asilos e instituições psiquiátricas e população indígena. 

 

Em um segundo momento, a prioridade será a vacinação de pessoas de 60 a 74 anos. 

 

A terceira fase prevê a imunização de pessoas com comorbidades que apresentam maior chance para agravamento da doença , como portadores de doenças renais crônicas, cardiovasculares, entre outras.

 

A quarta e última fase deve abranger professores, forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional e população privada de liberdade.

 

 

Ao todo, as quatro etapas da campanha somam mais de 109  milhões de doses, sendo que os esquemas vacinais dos imunizantes já garantidos pelo Ministério da Saúde com a Fiocruz e AstraZeneca e por meio da aliança Covax Facility – preveem esquema vacinal em duas doses.