Ministério da Saúde libera recursos para implantação do Prontuário Eletrônico nos Postos de Saúde

O Prontuário Eletrônico traz todas as informações clínicas dos pacientes que procuram atendimento no SUS

audio/mpeg 03-12-2020_BOLETIM_PRONTUÁRIO ELETRÔNICO .mp3 — 1205 KB

Duração: 1m17s




Transcrição

O Ministério da Saúde liberou cerca de R$ 400 milhões de reais para os municípios brasileiros implantarem o Prontuário Eletrônico nos postos de saúde. 

 

O recurso federal incentiva os gestores locais a adotarem a digitalização dos dados de pacientes que buscam atendimento nos serviços da Atenção Primária à Saúde 

 

O Ministério da Saúde está investindo para informatização de 14.552 equipes de saúde em todo o país.

 

 

A adoção do Prontuário Eletrônico é uma das frentes do Informatiza APS, programa que integra o Conecte SUS - estratégia de saúde digital do Ministério da Saúde. 

 

A iniciativa apoia a informatização das unidades de saúde e a qualificação dos dados da Atenção Primária.

 

 

O Prontuário Eletrônico traz todas as informações clínicas dos pacientes que procuram atendimento no SUS. 

 

Nele são registrados os exames, prescrições de medicamentos, doses de vacinas e os problemas de saúde dos cidadãos, independentemente do local onde foi feito o atendimento, seja em um posto de saúde ou nas emergências de hospitais.

 

 

Até o momento, mais de 27 mil equipes de saúde foram homologadas pelo Informatiza APS em todo o país.