Anatel impede comercialização de 25 mil equipamentos irregulares de telecomunicações

O trabalho é o resultado final da operação nacional de combate a equipamentos de telecomunicações não homologados, realizada entre os dias 22 e 24 de maio de 2018.

audio/mpeg 04-06-18 - É NOTÍCIA - DANIEL COSTA - FISCALIZAÇÃO ANATEL VAL 08-06.mp3 — 1701 KB




Transcrição

CERCA DE 25 MIL PRODUTOS QUE NÃO POSSUÍAM AUTORIZAÇÃO PARA COMERCIALIZAÇÃO FORAM LACRADOS OU APREENDIDOS PELA AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES (ANATEL)./

 

ENTRE OS PRODUTOS LACRADOS ESTÃO OS DESTINADOS À INTERNET FIXA SEM FIO./

 

TAMBÉM FORAM ENCONTRADOS GRANDES VOLUMES DE TELEFONES IP – QUE FAZEM CHAMADAS DE VOZ PELA INTERNET –, E EQUIPAMENTOS ÓTICOS E DE REDE. /

 

A ANATEL PODERÁ MULTAR EM ATÉ R$ 50 MILHÕES AS EMPRESAS QUE COMERCIALIZAVAM OS PRODUTOS IRREGULARES./

 

ALÉM DISSO, OS EQUIPAMENTOS PODERÃO SER DESTRUÍDOS PELA AGÊNCIA REGULADORA./

 

DISTRIBUIDORAS E IMPORTADORAS DE EQUIPAMENTOS DE TELECOMUNICAÇÕES FORAM FISCALIZADAS EM SETE ESTADOS: SÃO PAULO, RIO GRANDE DO SUL, SANTA CATARINA, PARANÁ, MATO GROSSO, MINAS GERAIS E BAHIA.

 

O TRABALHO É RESULTADO FINAL DA OPERAÇÃO NACIONAL DE COMBATE A EQUIPAMENTOS DE TELECOMUNICAÇÕES NÃO HOMOLOGADOS, REALIZADA ENTRE OS DIAS 22 E 24 DE MAIO DE 2018./

 

DA REDE NACIONAL DE RÁDIO, EM BRASÍLIA, DANIEL COSTA.//