Produto à base de célula-tronco contra Covid-19 tem ensaio aprovado

O estudo clínico foi aprovado pela Anvisa. Serão avaliados 60 pacientes com pneumonia viral causada por Sars-CoV-2 confirmado por testes RT-PCR.

audio/mpeg 05-10-21 - E NOTICIA - DILSON - ANVISA ESTUDO SOBRE CELULAS TRONCO - 1M41S - FINALIZADO.mp3 — 2919 KB

Duração: 1m41s




Transcrição

A Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, aprovou, o estudo clínico de um produto à base de células-tronco para tratamento de pacientes com pneumonia viral provocada pela Covid-19.

O estudo é patrocinado pela Associação Paranaense de Cultura da PUC - Pontifícia Universidade Católica do Paraná.

Serão incluídos no estudo 60 pacientes com pneumonia viral causada por Sars-CoV-2 confirmado por testes RT-PCR, em situação moderada ou grave, que concordem em participar do ensaio com a assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido.

Participarão da pesquisa o Hospital do Trabalhador, o Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná e o Hospital Universitário Evangélico Mackenzie – que ficam em Curitiba -, e também o Hospital Espanhol, de Salvador; o Hospital de Clínicas de Porto Alegre e o Instituto Nacional de Cardiologia, do Rio de Janeiro.

Os dados de segurança coletados durante o ensaio clínico serão supervisionados por um comitê independente de monitoramento de segurança, formado por especialistas independentes de diversas áreas do conhecimento.

Os aspectos relacionados à ética em pesquisa com seres humanos foram avaliados e o ensaio foi aprovado pela Conep, Comissão Nacional de Ética em Pesquisa do Ministério da Saúde.

Segundo a Anvisa, ainda não há no Brasil registro ou aprovação de produtos de terapia avançada à base de células para nenhuma das fases da Covid-19.

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Dilson Santa Fé