Unicamp estuda o uso da inteligência artificial para prever a evolução da Covid 19 nos pacientes

Projeto é atendidos pelo Programa de Combate a Epidemias da Capes, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

audio/mpeg 06-08-2020_BOLETIM_COVID - UNICAMP USO INTELIGÊNCIA ARTICIAL CASOS GRAVES DA DOENÇA.mp3 — 1500 KB

Duração: 1m03s




Transcrição

A Unicamp , Universidade Estadual de Campinas, estuda o uso da inteligência artificial para prever a evolução da doença  da Covid 19 em cada paciente diagnosticado com a doença.

 

O projeto é um dos seis da Unicamp atendidos pelo Programa de Combate a Epidemias da Capes, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.

 

 

O projeto ‘Ferramentas computacionais para diagnóstico, detecção e prognóstico de Covid-19’, que usa dados de tomografia computadorizada, pretende auxiliar na triagem de pacientes infectados com a doença causada pelo novo coronavírus. 

 

Com análise por exame computadorizado dos pulmões, a Inteligência artificial seria um instrumento para identificar casos mais graves. 

 

O algoritmo servirá para apoiar especialistas durante a pandemia”, afirma Letícia Rittner, líder do estudo que envolve pesquisadores das áreas de Engenharia de Computação e de Medicina da Unicamp.